NOTÍCIAS DO DIA

HUMBERTO NO BOM DIA PREFEITO
O prefeito Humberto Machado, hoje em seu programete diário de rádio, falou sobre o IPTU 2009 e seu recém aprovado REFIS municipal (Programa de Recuperação de Fiscal) que está isentando de multas e juros além de parcelamento em até 36 vezes para sobre os IPTUs atrasados de anos anteriores. Falou também do acerto da folha de pagamento de janeiro da prefeitura e de fevereiro com dinheiro em depósito, citou a má administração anterior que contratou e pagou adiantado alguns serviços de base asfáltica em vários bairros e agora vai ter que aguardar uma posição do TSE para saber o que pode ser feito a esse respeito

METEOROLOGIA
Nuvens desaparecem e clima fica quente
Jataí com clima quente. Céu limpo e sol forte durante o dia. Temperatura foi a mais alta do ano aqui até agora: mais de 34 graus

COTAÇÃO AGRÍCOLA
Dia bom para a soja
Preço da soja fechou em alta no dia de ontem, segunda-feira

EDUAÇÃO NACIONAL
Jataí ainda repõe greve e já vai vir outra por aí
É verdade. Professores planejam uma greve em todo o Brasil para reivindicar o cumprimento da lei, sancionada pelo presidente Lula em 16 de julho de 2008, que estabelece o piso nacional do magistério em R$ 950,00 por carga horária de 40 horas semanais. O projeto tramitou no Congresso Nacional desde abril de 2007 e foi de autoria do senador e ex-candidato a presidente Cristovam Buarque. Na época, cerca de 800 mil professores da rede pública e da educação básica (40% do total) comemoraram. A CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) avisou que a paralisação já está definida e que só falta decidir se acontecerá em abril próximo ou em maio. O manifesto vale para estados e municípios, principalmente naqueles 12 estados que pagam abaixo dos R$ 950,00 e que não reajustaram os salários dos docentes em 1º de janeiro como foi determinado pela legislação. Os estados são: Goiás, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Tocantins e Rio Grande do Norte, Pela lei, os docentes já receberiam um terço do novo piso ainda no mês de julho de 2008 e mais outro terço no dia 1º de janeiro e o restante a partir de 2010. Assim, o reajuste está sendo feito de forma gradual. O motivo da greve, então, seria por causa dos 12 estados que pagam abaixo e ainda não reajustaram os dois terços previstos, os demais 15 estados da federação entrariam na corda como forma de “greve solidária”. O Superior Tribunal Federal-STF ainda vai julgar a ação de governadores de cinco estados que questiona a constitucionalidade da lei e que se julgam em dificuldades para pagar o novo piso que vai consumir R$ 6 bilhões ao ano até 2010. Mas é na rede municipal de ensino que acontecerá o maior impacto do novo piso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário