EXPLOSÃO DE FORNO PROVOCA INCÊNDIO NO CD DA PERDIGÃO EM RIO VERDE

O TEXTO ABAIXO É DO SITE UOL NOTÍCIAS (São Paulo)
/
EXPLOSÃO EM FÁBRICA DA PERDIGÃO PROVOCA INCÊNDIO EM RIO VERDE (GO)
Uma explosão em um dos galpões do complexo da Perdigão, em Rio Verde (230 km de Goiânia), interior do Estado de Goiás, na manhã deste sábado, provocou um incêndio de grandes proporções no local, de acordo com informações do Corpo de Bombeiros da cidade. Apesar de dezenas de pessoas estarem trabalhando no local no momento do acidente, ninguém se feriu. Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, a explosão teria acontecido por volta das 10h. Segundo o Corpo de Bombeiros, um vazamento de amônia teria provocado acidente. O complexo da Perdigão fica no parque industrial de Rio Verde, cerca de 10km da cidade. Cerca de 40 homens e três viaturas do Corpo de Bombeiros ainda estão no local tentando conter o incêndio. As autoridades locais pedem que caminhões-pipa de cidades vizinhas sejam levados para o local do acidente.
/
O TEXTO ABAIXO É DA CBN GOIÂNIA
/
INCÊNDIO ATINGE FÁBRICA DA PERDIGÃO EM GOIÁS
GOIÂNIA – Um incêndio de grande proporção atinge, neste momento, uma fábrica da Perdigão na cidade de Rio Verde, no Sudoeste de Goiás. Segundo informações preliminares, o fogo começou por volta das 9h deste sábado. Ainda não há informações sobre vítimas.
As 10 viaturas do Corpo de Bombeiros da cidade foram deslocadas para o local. Também foi necessária a ajuda de unidades de Jataí e Santa Helena. O incêndio, segundo a assessoria do Corpo de Bombeiros, está incontrolável. A principal suspeita é de que houve um vazamento de amônia e a explosão de uma caldeira. O incêndio provocou uma intensa movimentação na BR-060, deixando o trânsito lento no trecho próximo à fábrica.
/
OS TEXTOS ABAIXO SÃO DO SITE DA RÁDIO POSITIVA FM DE RIO VERDE
/
INCÊNDIO NA UNIDADE DA PERDIGÃO DE RIO VERDE
Já dura mais de 30 minutos um incêndio na unidade da Perdigão de Rio Verde. As primeiras informações são de que não há pessoas feridas com gravidade. O Corpo de Bombeiros está no local, mas ainda não conseguiu controlar as chamas.
/
INCÊNDIO NA PERDIGÃO ATINGE ALA DE INDUSTRIALIZADOS
De acordo com informações da Perdigão o incêndio na unidade começou por volta das 9 horas deste sábado (21) em uma caldeira Konus. Após vazamento de óleo para a cadeira houve a explosão e o fogo espalhou rapidamente. A brigada de incêndio, composta por... 80 homens, foi acionada e começou imediatamente os trabalhos para conter as chamas. Logo em seguida o corpo de bombeiros também chegou ao local. O incêndio considerado de média proporção pela empresa atingiu a ala de industrializados e expedição de industrializados. A preocupação agora é com ala de abate de frangos que também corre o risco de ser atingida. As primeiras informações são de que não há feridos. A indústria informou que todas as atividades deste sábado foram suspensas e que os funcionários não precisam ir ao trabalho.
/
BOMBEIROS COMEÇAM A CONTROLAR INCÊNDIO NA PERDIGÃO
Com ajuda de um helicóptero da Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros de Rio Verde começa a controlar o incêndio na unidade da Perdigão. Agora a pouco um funcionário da empresa que estava preso em uma sala foi resgatado e passa bem.
/
SETOR DE SUÍNOS NÃO FOI ATINGIDO PELO INCÊNDIO
O diretor de comunicação da Perdigão Amarildo Carlos Rodrigues acaba de informar que o setor de suínos da fábrica não foi afetado pelo incêndio. E que em breve a produção voltará ao normal.
/
PERDIGÃO AINDA REGISTRA TRÊS FOCOS DE INCÊNDIO
Após seis horas, ainda existe três focos de incêndio na unidade da Perdigão de Rio Verde-GO. O setor mais afetado foi o CD – Centro e Distribuição, que ficou todo destruído pelas chamas.
/
INCÊNDIO NA PERDIGÃO É CONTROLADO
O incêndio que destruiu parte da unidade da fábrica da Perdigão, instalada na cidade de Rio Verde (GO), na manhã deste sábado (21) já foi controlado pelo Corpo de Bombeiros. Participaram da operação mais de cem homens do Corpo de Bombeiros das cidades de Rio Verde, Jataí, Mineiros e Santa Helena de Goiás. O incêndio começou por volta das 9 horas da manhã na Caldeira Konus. As primeiras informações indicam que houve vazamento de óleo para dentro da caldeira o que provocou a primeira explosão. De acordo com o coronel Manzan do Corpo de Bombeiros de Goiânia não houve vítimas. Segundo ele esse foi um ponto positivo já que o incêndio foi de grande proporção.Em nota, a Perdigão S/A informou que o incêndio atingiu as instalações da unidade de industrializados de seu complexo agroindustrial de Rio Verde. A planta se encontrava em operação no momento do incêndio.A empresa informou também que sua brigada agiu rápido retirando rapidamente os mais de 3 mil funcionários que trabalhavam no local, no momento do acidente. O local mais atingido pelo fogo foi o Centro de Distribuição, construído recentemente. O setor de industrializados também ficou destruído. Já o setor de suínos não foi atingido pelas chamas. Após o trabalho de rescaldo do Corpo de Bombeiros, o local será liberado para que a Polícia Técnico Cientifica possa fazer a perícia no loca e apontar as causas do acidente.
/
INTERNAUTAS PARTICIPAM:
Perdigão urgente = Estou vendo muitas reportagens sobre o assunto, porém amonia não pega fogo, no entanto não pode ser a causadora do acidente, foram levados para o hospital mais de 20 feridos com queimaduras, e quanto ao número de morte, espero que não tenha nenhum, mas só vamos saber quando o fogo e a fumaça acabarem, aí poderam revirar as cinza atrás de vítimas.... Henrique (Rio Verde - GO)
/
Força Perdigão!!! = Força Perdigão!!! Desejamos que esta empresa que mora no coração do Brasil se recupere o mais breve possível, para continuar gerando empregos por todo este Brasil. Com certeza isto é só mais uma provação, mas que vai mostrar a todos o quanto a Perdigão é forte e sua equipe unida, juntos logo tudo vai voltar ao normal, temos certeza!...Equipe SC e RS (Marau/RS)
/
Parabéns equipe de segurança da Perdigão = Caros amigos funcionários da Perdigão, ao mesmo tempo em que fico triste pelo acidente de hoje em Rio Verde, estou feliz pelo fato de a equipe de segurança da empresa ter salvado todos colegas sem ter feridos graves. a rápida ação dos próprios funcionários, que evitou a perda de vidas humanas, mostrou o excelente treinamento dos mesmos, a responsabilidade e o fantástico espírito que domina entre os colegas. Há 14 anos a Perdigão mostra para o Brasil e o mundo que sua administração e seu trabalho são um exemplo a ser seguido e quem é funcionário dela deve se orgulhar disso. Boa sorte e um grande abraço para todos !...Thomas Strauss (São Paulo - SP)
/
Precisamos da Perdigão = A maior e melhor empresa da cidade é a Perdigão Rio Verde demorou 150 anos para ter 110 mil habitantes com a vinda da empresa Rio Verde cresceu 60% em 10 anos a Perdigão é a mãe de Rio Verde sem ela a cidade não vai pra frente perdigão o nosso maior desejo é vc. Me emocionei vendo o meu pai chorar pelos danos causados a Perdigão e ele não é nem funcionario da empresa então conte comigo e com a minha família para o que precisarem e faremos o possível para ajudar...Aline Ferreira dos Santos (Rio Verde-Goias)
/
Isto é preoculpante!!! = Com uma tragédia deste tamanho quantos funcionários não podem ir para a rua, ainda mais na crise em que estamos, o que será de nossa cidade se a Perdigão fechar as portas? Eu não trabalho lá, más tenho muitos amigos que se sustentam familias com o salário de lá, por mais q seja baixo mais a empresa é correta com todos os funcionários e com todos, já com um cara desses que nem este tal de Ricardo que está falando super mal da empresa porque ele está trabalhando lá então? e vamos todos juntos torcer e pedir a Deus para que tudo volte ao seu normal...Rodrigo Fogia (RIO VERDE GO)
/
/
O TEXTO ABAIXO É DO SITE IMAGEM GOIÁS DE RIO VERDE E JATAÍ
/
INCÊNDIO NA PERDIGÃO!
O plantão Imagem Goiás acompanha nesse momento um grave incêndio na Perdigão. O fogo devora a indústria, muitas explosões, mas nenhuma vítima até o momento
São 10h30m da manhã deste sábado, 21, e nossa entrada na indústria não foi permitida, mas estamos acompanhando aqui do pátio a situação. Estão sendo convocados empresários que tenham brigadas contra incêndio que mandem seus veículos para ajudar no combate ao fogo. O corpo de Bombeiros mandou todos seus carros, mas é pouco para resolver a situação. Também é solicitado cilindros de oxigênio para ajudar pessoas que estão trabalhando no combate ao fogo. Conforme o funcionário César Silva, o incêndio iniciou com a explosão de um forno na área de mini chicken. Houve um vazamento de óleo na caldeira. Segundo ele, após a explosão, o fogo tomou conta do setor e todos tiveram que sair correndo do local. Nesse momento, os funcionários estão todos no pátio da empresa, que pede para que curiosos não se desloquem até a indútria. Segundo informações não oficiais, havia cerca de 2.500 funcionários na hora do acidente.
/
PERDIGÃO DIVULGOU UMA NOTA SOBRE O ACIDENTE:
"A Perdigão S/A informa que um incêndio de médias proporções atingiu na manhã deste sábado, 21/03, as instalações da unidade de industrializados de seu complexo agroindustrial de Rio Verde, em Goiás.
A planta se encontrava em operação no momento do incêndio. Imediatamente, a brigada especializada da empresa foi mobilizada e retirou, com segurança, os cerca de três mil funcionários que trabalhavam no local. Alguns tiveram que ser atendidos no hospital da cidade, com sintomas de intoxicação provocada pela fumaça, sendo liberados na sequência.
O fogo começou na caldeira da unidade de industrializados e, devido ao vento forte, atingiu outras áreas do complexo. Equipes do Corpo de Bombeiros do município e da região, além de brigadas das empresas instaladas no entorno, continuam o trabalho de combate às chamas, priorizando o processo de contenção dos tanques de amônia.
A empresa esclarece que até o momento não foi registrado vazamento de amônia, conforme chegou a ser noticiado por alguns veículos de comunicação online.
A extensão dos danos causados pelo sinistro só poderá ser dimensionada quando o fogo estiver totalmente controlado.
/
Perdigão S/A"
/
PERDIGÃO DIVULGOU OUTRA NOTA SOBRE O ACIDENTE
A Perdigão S/A informa que iniciará nesta segunda-feira (23/03) os trabalhos de recuperação do complexo agroindustrial de Rio Verde, em Goiás. As operações deverão ser retomadas em uma semana.
O incêndio que atingiu a unidade foi controlado na noite de sábado pelo Corpo de Bombeiros do Estado com o apoio de dezenas de brigadas de unidades industriais da região e de seus funcionários.
No momento do incêndio, que começou por volta das 9 horas da manhã de sábado (21/03), a planta encontrava-se em operação. Imediatamente, a brigada especializada formada por funcionários retirou os cerca de três mil trabalhadores que estavam no local, conforme o plano de evacuação da unidade, sem registro de vítimas.
Durante toda a operação, houve especial cuidado com o isolamento dos tanques que armazenam a amônia e não existe risco de vazamento, conforme pode ser constatado pelas equipes de segurança envolvidas no rescaldo.
No decorrer de domingo, as equipes de engenharia de segurança da empresa, acompanhadas por integrantes do Corpo de Bombeiros, vistoriaram as instalações atingidas e constaram que alguns focos persistem no centro de distribuição, mas estão rigorosamente sob controle.
A empresa aguarda a conclusão da operação de rescaldo para dimensionar os reais impactos do incêndio. Entretanto, esclarece que, pelos levantamentos iniciais, o centro de distribuição, instalado junto ao complexo industrial, foi a área mais atingida.
O grande volume de fumaça, não tóxica, que ainda encobre o local é provocado exclusivamente pela queima de produtos acabados, estocados no centro de distribuição.
O Complexo Agroindustrial de Rio Verde está coberto por apólices de seguro, inclusive relativas a lucros cessantes, e a empresa aguarda o laudo da polícia técnica e a vistoria das companhias seguradoras para o correspondente ressarcimento dos danos constatados.
O abastecimento aos clientes dos mercados interno e externo feitos a partir desta planta não será comprometido, uma vez que outras unidades terão sua produção ajustada para suprir essa demanda.
Diversas equipes internas e de terceiros já estão mobilizadas para o início da recuperação das instalações de forma a possibilitar, o mais rapidamente possível, a retomada das operações da planta, o que deverá ocorrer, de forma gradativa, a partir de 30 de março.
Com relação aos funcionários alocados no Complexo, cujas atividades estão interrompidas temporariamente, a Perdigão esclarece que aqueles que não forem mobilizados nos trabalhos de recuperação das instalações, poderão ser deslocados para outras unidades processadoras da empresa localizadas próximas à Rio Verde, não havendo necessidade de demissões em conseqüência do incêndio.
A Perdigão S/A agradece o empenho pessoal do senhor Governador do estado, Alcides Rodrigues, e enaltece o esforço e a dedicação do Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás que, com o fundamental suporte dos funcionários da unidade e o inestimável apoio de profissionais das brigadas de outras empresas, conseguiram minimizar os impactos do sinistro. Foi essencial também a solidariedade prestada por toda a comunidade nesse momento crítico.
A Perdigão, historicamente, superou adversidades com o esforço e o empenho de sua força de trabalho que é sem dúvida o maior patrimônio da empresa, e desta vez não será diferente.
/
José Antonio do Prado Fay
Diretor-presidente Perdigão S/A

2 comentários:

  1. Ficamos super preocupados, porque meu primo foi morar ai em goias e trabalha na perdigão dai nao estavamos conseguindo ligar dai o nervoso bateu mais a gente espera que tudo volte ao normal,e que meu primo esteje bem.,..
    deus é muito bom vai protejer vcs... todos da fabrica

    ResponderExcluir
  2. Foram dias de tensão vividos na cidade de Rio Verde. Dias cinzentos.

    ResponderExcluir