CAMPEÃO BRASILEIRO 2009

O FLAMENGO DA GÁVEA DO RIO DE JANEIRO, TIME POPULAR COM TORCEDORES EM TODO O BRASIL, SAGROU-SE HEXA CAMPEÃO BRASILEIRO NO DOMINGO, 6 DE DEZEMBRO DE 2009. COINCIDENTEMENTE, FOI TAMBÉM O ANO DA VITORIOSA CANDIDATURA DA CAPITAL CARIOCA À SEDE OLÍMPICA DE 2016.
.
É UM HEXA QUESTIONADO POR MUITOS TORCEDORES ADVERSÁRIOS. SÓ QUE ISSO ESTÁ MAIS PARA DOR DE COTOVELO, POIS, AO SE ANALISAR OS FATOS, NÃO SE DEVE DAR CRÉDITO À POLÊMICA ENVOLVENDO A CONDIÇÃO DE HEXACAMPEÃO DO RUBRO NEGRO MAIS TRADICIONAL DO FUTEBOL.
.
VEJA BEM:

O TETRA DE 87 AINDA NÃO FOI OFICIALMENTE RECONHECIDO PELA CBF QUE HAVIA ENTRANDO EM CONFLITO COM OS PRINCIPAIS TIMES NA ÉPOCA (então por que dor de cotovelo se a CBF ainda não reconheceu? A CBF não, mas seu time no Clube dos 13 reconheceu). NA VERDADE O QUE HOUVE FOI UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL BRASILEIRO NAQUELE ANO. IRIA MUDAR TUDO. O BRASILEIRÃO DE 32 TIMES E SUPER DESORGANIZADO EM 86, SERIA DISPUTADO APENAS PELOS 13 PRINCIPAIS. ERA A TENTATIVA DE REORGANIZAR O FUTEBOL MARCADO POR REVIRAVOLTAS E RECURSOS NA JUSTIÇA. O RUBRO NEGRO JOGOU E FOI CAMPEÃO EM CAMPO DIANTE DOS MAIS FORTES TIMES, O QUE, NA VERDADE, CRENDENCIA AINDA MAIS O TÍTULO. É O CAMPEÃO DO MÓDULO VERDE DO CLUBE DOS 13. O FLAMENGO FOI CAMPEÃO DO MÓDULO VERDE DA COPA UNIÃO (PORQUE HOUVE UNIÃO DOS TIMES OU MESMO POR FORÇA DO PATROCÍNIO DO AÇÚCAR UNIÃO) NO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 87 PROMOVIDO APÓS A CBF DIZER QUE NÃO REALIZARIA O BRASILEIRÃO NAQUELE ANO (ESTAVA EM CRISE FINANCEIRA). COM ISSO, ABRIU-SE A JANELA PARA A MAIOR REVOLUÇÃO NO CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL E PARA A CRIAÇÃO DO CLUBE DOS 13 QUE BUSCARAM PATROCÍNIOS, FORMULARAM UM REGULAMENTO E DECIDIRAM REALIZAR O BRASILEIRÃO INDEPENDENTE DA CBF. FOI A CRIAÇÃO DE UM MONOPÓLIO DE MÍDIA E VERBA PUBLICITÁRIA E UMA VERDADEIRA DIVISÃO ENTRE TIMES DE MASSA. SÓ QUE OS OUTROS 19 CHIARAM MUITO E ALGUNS DOS MELHORES TIMES DE 86 CORRERAM ATRÁS DA CBF QUE SE VIU NUMA PANELA DE PRESSÃO. COM A AMEAÇA DA FIFA DE DESCREDENCIAR AS EQUIPES DO CLUBE DOS 13, OS TIMES RESOLVERAM ENTRAR NUM ACORDO E PERMITIR A INCLUSÃO DA CBF EM SEU CAMPEONATO. SE SENTINDO A DONA DA BOLA, E TENDO QUE DAR SATISFAÇÃO ÀS INÚMERAS COBRANÇAS, A CONFEDERAÇÃO FOI CHEGANDO E IMPONDO MUDANÇAS NAS REGRAS JÁ EM ANDAMENTO. A COMPLICAÇÃO FICOU INSTALADA. A CBF QUIS AGRADAR AOS 19 RESTANTES E IMPÔS A CRIAÇÃO DE MÓDULOS, MESMO ASSIM, DEIXANDO O TIMES DO CLUBE DOS 13 EM MÓDULO A PARTE (MÓDULO VERDE OU PRIMEIRA DIVISÃO). O SPORT DE RECIFE, O OUTRO TIME ENVOLVIDO NA POLÊMICA, DEPOIS DE ENFRENTAR AÇÕES, PROTESTOS E PRESSÃO NO MÓDULO AMARELO OU COPA BRASIL, ACABOU SAGRANDO-SE CAMPEÃO. ESSA SIM ORGANIZADA PELA CBF. E AINDA TINHA OS MÓDULOS AZUL E BRANCO TAMBÉM DA CBF (SEGUNDA DIVISÃO). O PRESIDENTE DA CONFEDERAÇÃO E CENTRO DO BOMBARDEIO NA ÉPOCA ERA OTÁVIO PINTO GUIMARÃES (FINADO) E SEU VICE, NABI ABI CHEDID, QUE, AINDA SOB MUITA PRESSÃO DOS OUTROS CLUBES RESTANTES, MANIPULOU O REGULAMENTO FORÇANDO A REALIZAÇÃO DE UM DESNECESSÁRIO QUADRANGULAR FINAL ENVOLVENDO CAMPEÕES E VICES DOS MÓDULOS VERDE E AMARELO, NO CASO, FLAMENGO E INTERNACIONAL E SPORT E GUARANI (para o Sport quem manipulou o regulamento foi o Clube dos 13). TENTOU-SE CANCELAR ESSE CRUZAMENTO, MAS NÃO ADIANTOU. CLARO QUE FLAMENGO E INTERNACIONAL, RESPALDADO PELO PRESIDENTE DO CLUBE DOS 13 E JÁ TENDO DISPUTADO A FINAL DO MÓDULO VERDE (FINAL DO CLUBE DOS 13) NÃO ENTRARAM EM CAMPO PARA MAIS ESSES CONFRONTOS E COM ISSO O SENHOR OTÁVIO PINTO GUIMARÃES, AINDA NA PANELA DE PRESSÃO, SÓ ESPEROU SPORT E GUARANI ENTRAREM EM CAMPO PARA VENCEREM POR W.O. OS JOGOS COM FLAMENGO E INTER E DEPOIS DISPUTAREM MAIS UMA FINAL EM DUAS PARTIDAS (1 A 1 NO PRIMEIRO JOGO E 1 A 0 PARA O SPORT NO SEGUNDO) E DECRETÁ-LOS CAMPEÃO E VICE, RESPECTIVAMENTE, DA COPA UNIÃO (SUGESTIONADA PELO CLUBE DOS 13), OU, NA PIOR DAS HIPOTESES, OS REPRESENTANTES DA CBF COMO CAMPEÕES BRASILEIROS DAQUELE ANO. A TAÇA DE CAMPEÃO DE 87 FICOU CONHECIDA TAMBÉM COMO A TAÇA DAS BOLINHAS. MAS COMO O CLUBE DOS 13 JAMAIS ADMITIU A MUDANÇA QUE A CBF QUIS IMPOR NO REGULAMENTO DAQUELA COMPETIÇÃO, JÁ HAVIA DECLARADO FLAMENGO E INTERNACIONAL CAMPEÃO E VICE DO MÓDULO VERDE DA COPA UNIÃO E, PORTANTO, DO BRASILEIRÃO TAMBÉM. DESSA FORMA, O FLAMENGO É O CAMPEÃO DE 87, DE FATO E DE DIREITO, PELO CLUBE DOS 13 E O SPORT CAMPEÃO, DE FATO E DE DIREITO, PELA CBF. TUDO GRAÇAS A INCRÍVEL BAGUNÇA DO FUTEBOL NAQUELA ÉPOCA.

Não foi a CBF a verdadeira responsável pela organização do campeonato de 87. A competição foi orgazanizada pelo Clube dos 13, tanto que as regras haviam sido mudadas em relação a 86. Isso foi devido ao fato da Confederação Brasileira de Futebol não ter tido condições administrativas de promover o campeonato. A CBF entrou depois, forçada pelos clubes restantes que ficaram sem os bons patrocínios e verbas de TV e quis meter o bedelho porque teve divergências políticas entre seu presidente Otavio Pinto Magalhães, que, juntamente com seu vice, Nabi Abi Chedid, faziam queda de braço com cartolas do Clube dos 13. Era um vuco vuco grande. A CBF fez virada de mesa no decorrer da competição (a disputa estava sendo tanto dentro quanto fora do campo, ou seja, entre os times e entre CBF e Clube dos 13) e impôs a realização de um quadrangular final entre os campeões dos Módulos Verde e Amarelo para se definir o campeão nacional de 87. Foi uma decisão de teimosia e pirraça, pois a CBF, claramente, não queria que o campeão saisse só do Clube dos 13 e não iria abrir mão de declarar o campeão brasileiro daquele ano. A confederação não tinha dinheiro, estava quebrada, mas mesmo assim ainda tinha muita pressão além, é claro, de muita ingerencia e desorganização. Nem mesmo o Sport foi campeão de fato do Módulo Amarelo naquel ano. No primeiro jogo da decisão com o guarani perdeu por 2 a 0 e no jogo de volta venceu por 3 a 0. Sem contar saldo de gol a decisão ficou com uma vitória para cada lado e teve de ser resolvida em cobranças de penalidades. Só que nos pênaltis também ficou empatado em 11 a 11. A solução saiu na conversê e com o Guarani abrindo mão para o Sport (segundo o Sport é porque ele fez a melhor campanha). Por sua vez, Flamengo e Internacional haviam feito duas partidas da final de Campeonato Brasileiro Módulo Verde (final do Clube dos 13) e não quiseram se desgastar disputando mais um quadrangular com Sport e Guarani (seria Flamengo x Sport em duas partidas e Internacional x Guarani também em duas partidas) para se saber quem seriam o campeão e o vice dessa vez pela CBF. Os contratos com os patrocinadores também haviam vencido. O Clube dos 13 achou assim: a CBF não deu conta de realizar o Brasileirão de 87. Nós é que tivemos a iniciativa e corremos atrás para salvar a realização da competição. Deixamos a CBF entrar só para nos dar o respaldo junto a Fifa. depois a CBF já veio armando confusão e mexendo em todo o nosso regulamento. E agora, no fim das contas, depois que arrumamos todo o patrocínio para fazer-mos um campeonato só nosso, vem a CBF e quer ditar as regras? Ah, essa não!

O TÍTULO DE 2009, COMO JÁ SE SABE, FOI MUITO ACIRRADO E SÓ ACABOU NAS MÃOS DOS RUBRO NEGROS DEPOIS DE UMA RECUPERAÇÃO DO TIME NO SEGUNDO TURNO DA COMPETIÇÃO. O FLAMENGO, QUE CHEGOU A FICAR AMEAÇADO DE REBAIXAMENTO, DERROTOU O SANTOS NA VILA (PELA PRIMEIRA VEZ), O SÃO PAULO, O PALMEIRAS NO PALESTRA E O ATLÉTICO MINEIRO NO MINEIRÃO, ALÉM DE TER FEITO DOIS GOLS OLÍMPICOS. ASSIM, O SEXTO TÍTULO DO FLAMENGO FOI DENTRO DO MAIS DISPUTADO BRASILEIRÃO DA HISTÓRIA.
.
PORTANTO, HEXA MERECIDO.
.
Sérgio Torres
.

3 comentários:

  1. Flamengo é penta merecido
    6/dezembro/2009 por Fernando Sampaio (BLOG DO FERNANDO SAMPAIO/UOL)=
    O título do Flamengo é indiscutível. O time carioca disparou no segundo turno, ganhou dos adversários diretos e levou a taça com justiça. São Paulo e Palmeiras tiveram suas chances. Não aproveitaram. O Inter lamenta a tabela. Faz parte. O Corinthians não honrou sua camisa em Campinas. É verdade. Mas, não podemos esquecer que o Colorado pegou o Timão com time misto nos dois turnos. Perdeu a segunda em pleno no Beira-Rio. O Grêmio ainda lutou, mas não me convenceu. Ficou feio jogar com os reservas.

    Vale lembrar que o Inter também colocou reservas contra o Flamengo, no Maracanã, mas ali havia uma justificativa. O time priorizou a final da Copa do Brasil.

    Aos adversários resta reconhecer o título do Flamengo. Só não vale dar um totó na História. Como jornalista, sigo o resultado oficial. O título de 1987 é do Sport. Isso é indicutível. Vale o Brasileiro da CBF, não do Clube dos Treze, um clube fechado, restrito aos mais ricos. Excluiram até o vice-campeão Guarani. Foram responsáveis pela falência de vários clubes. No final, fugiram do cruzamento e nunca mais organizaram torneios.

    Se o Ricardo Teixeira mudar a História, dividindo o título de 87, aí mudo meu texto.

    Não importa. Hoje, o Flamengo é campeão. Vibra rubro-negro. A festa é sua. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. (TEXTO COMENTADO NO BLOG DO FERNANDO SAMPAIO)
    CARO FERNANDO SAMPAIO,
    SEU TEXTO ESTÁ BEM FEITINHO E CORRETO NA DESCRIÇÃO DOS FATOS. MAS ELE SÓ VAI BEM ATÉ NA HORA QUE VC FALA DO PASSADO, MAIS PRECISAMENTE, DA POLÊMICA DE 87. ACHO QUE VC PODERIA SER UM POUCO MAIS OUSADO E MENOS, DIGAMOS, CONFORMISTA (OU BEM PAULISTA) NESSE CASO. DIZER QUE SEGUE O RESULTADO OFICIAL E TAMBÉM CONCORDA COM A CBF É ATÉ UM PECADO QUE VC COMETE. SEJA UM POUCO MAIS DISCORDANTE. A CBF NAQUELA ÉPOCA COMETEU UMA FALHA MUITO GRANDE. A GENTE NEM IA TER O BRASILEIRÃO NAQUELE ANO. PELO MENOS NÃO UM BRASILEIRÃO DIGNO DO TORCEDOR MAIS FANÁTICO. ESSE GALO NA TESTA CHAMADO CLUBE DOS 13 SÓ SURGIU PORQUE NOSSA CONFEDERAÇÃO FOI MUITO INCOMPETENTE E PERMITIU ISSO. O FLAMENGO É O CAMPEÃO DE 87 SIM. MAS UM CAMPEÃO ANTI HERÓI. UM CAMPEÃO QUE INFRINGIU AS REGRAS. UM CAMPEÃO EM UM MUNDINHO QUE FEZ SUAS PRÓPRIAS REGRAS PARA SE INCONFORMAR COM O DONO DA SITUAÇÃO. É O HERÓI QUE TENTOU SALVAR A PÁTRIA QUE JÁ ESTAVA PERDIDA. NÃO SEJA TÃO CRUEL COM O FLAMENGO DE 87. PELO ELENCO QUE ELE TINHA É MUITA INJUSTIÇA ISSO.

    ResponderExcluir
  3. (TEXTO COMENTADO NO BLOG DO FERNANDO SAMPAIO)
    NÃO DE PODE LEVAR EM CONTA SÓ O QUE O REGISTRO OFICIAL DIZ. POR EXEMPLO: A CBF PODE ARRUMAR UMA DESAVENÇA QUALQUER COM OS TIMES E RESOLVER NOMEAR O FERNANDO SAMPAIO O CAMPEÃO BRASILEIRO DE 87. E AÍ? COMO É QUE FICARIA? O QUE O TORCEDOR IRIA DIZER? SERÁ QUE IRIA RECONHECER O FERNANDO SAMPAIO COMO SENDO O CAMPEÃO BRASILEIRO DE 87? BEM, SE ESTIVESSE NOS RESGISTROS DA CBF E DA FIFA TERIA DE RECONHECER SIM, CLARO. OU NÃO? (SÃO PAULO CAMPEÃO DE 86 E FERNANDO SAMPAIO CAMPEÃO DE 87...). ESTARIA ESCRITO E PRONTO. MAS AÍ É QUE ESTÁ A QUESTÃO: QUAIS JOGOS O FERNANDO SAPAIO DISPUTOU EM 87 PARA SER O CAMPEÃO BRASILEIRO DAQUELE ANO? COM QUEM ELE JOGOU? DE QUE FORMA ELE SE CLASSIFICOU E CHEGOU À FINAL? QUE REGULAMENTO É ESSE? QUE TIPO DE COMPETIÇÃO É ESSA QUE DARIA UM TÍTULO NACIONAL DO FUTEBOL A UM JORNALISTA QUE NEM SE QUER ENTROU EM CAMPO PARA ENFRENTAR NENHUM TIME INSCRITO NA CBF-FIFA? ISSO ENTÃO NÃO IMPORTARIA. SE ESTIVESSE REGISTRADO OFICIALMENTE NOS DADOS DA CBF-FIFA ENTÃO SERIA ELE O CAMPEÃO SIM. E PRONTO! MAS SERÁ QUE A TORCIDA DO PAÍS IRIA ACEITAR ISSO? DUVIDO QUE HAJA UM ÚNICO TORCEDOR (A NÃO SER O FERNANDO SAMPAIO) QUE ACEITASSE ISSO? NINGUÉM IRIA RECONHECER UMA COISA DESSAS. O PROTESTO SERIA GERAL. QUE LOUCURA NÃO? MAS SERIA OFICIAL. E ENTÃO? FALAR O QUE? TÊM DECISÕES QUE SÃO BIZARRAS. AGORA TEM A POLÊMICA ENVOLVENDO O TÍTULO DE 87. UMA COISA TAMBÉM PASSÍVEL DE QUATIONAMENTO E QUE ESTÁ NO REGISTRO OFICIAL DA CBF E FIFA. LÁ ESTÁ RELATADO QUE O SPORT CLUBE RECIFE É O CAMPEÃO BRASILEIRO DE 1987. CLARO QUE NÃO SE TRATA DE UMA BIZARRICE COMO A DE CONFERIR O TÍTULO DE CAMPEÃO NACIONAL DE FUTEBOL A UM JORNALISTA, MAS E A QUESTÃO É ESSA: QUAIS OS JOGOS QUE O SPORT DISPUTOU NAQUELE ANO PARA SER O CAMPEÃO DA CBF? COM QUEM JOGOU? COMO ELE CHEGOU A FINAL? SERÁ QUE É VÁLIDO PEGAR SÓ OS TIMES MAIS FRACOS PARA SER O CAMPEÃO?

    O FLAMENGO FOI O CAMPEÃO PEGANDO O CAMINHO MAIS DIFÍCIL E O SPORT, QUE FICOU SÓ NA MACIOTA, FOI CAMPEÃO, DIGAMOS ASSIM, PEGANDO O CAMINHO MAIS CURTO.

    E SE TIVESSE UMA COMPETIÇÃO DISPUTADA EM DOIS MÓDULOS, SENDO UM DELES COM CSA (ALAGOAS), CRISTAL (AMAPÁ), NACIONAL (AMAZONAS), FLUMINENSE DE FEIRA DE SANTANA (BAHIA), ATLÉTICO DE ALAGOINHAS (BAHIA), FERROVIÁRIO (CEARÁ), BRASÍLIA (DF), RIO BRANCO (ESPÍRITO SANTO), ANAPOLINA (GOIÁS), MOTO CLUB (MARANHÃO) E ARAGUAIA (MATO GORSSO) E O OUTRO COM FLAMENGO, CORINTHIANS, SÃO PAULO, PALMEIRAS, VASCO, CRUZEIRO, FLUMINENSE, SANTOS, GRÊMIO, INTERNACIONAL, ATLÉTICO MINEIRO E BOTAFOGO E CUJO REGULAMENTO EXIGISSE UM CRUZAMENTO ENTRE O CAMPEÃO E O VICE DE CADA MÓDULO PARA SE DEFINIR O CAMPEÃO BRASILEIRO DE FUTEBOL, SERÁ QUE O TORCEDOR ACEITARIA? SE TÊM MUITOS TORCEDORES COM UM BAITA DOR DE COTOVELO POR CAUSA DO FLAMENGO EM 87 ENTÃO TAÍ UMA BOA IDÉIA PRA ELES QUE GOSTAM DE VER DISPUTAS DEMOCRÁTICAS, DESTEMIDAS E COM ENTRELAÇAMENTO DE CATEGORIAS.

    A GRANDE IRONIA: O FLAMENGO, O TIME DO POVO, DA GRANDE MASSA, DOS POBRES E DOS FAVELADOS, SENDO CAMPEÃO DA ELITE (CLUBE DOS 13 MAIS PODEROSOS).

    CBF E FIFA RECONHEÇAM LOGO: SPORT E FLAMENGO CAMPEÕES BRASILEIROS DE 87 (SPORT DA COPA BRASIL E FLAMENGO DA COPA UNIÃO). VCS FIZERAM A BAGUNÇA MESMO AGORA RESOLVAM.

    ResponderExcluir