TELEVISÃO - NOVELA

FRANK – Um supercomputador temperamental e amalucado que conta piadas e meias verdades. Ele quer “ganhar” da humanidade. Frank é uma grande brincadeira da novela. Ele é o comentarista da cena e, através dele, o público vai poder ter até interação com a trama.
.
.




TEMPOS MODERNOS
A nova novela das 19 h
.
.
Para os telenoveleiros de plantão, dia 11 de janeiro de 2010 (segunda-feira) tem estréia de uma nova telenovela no horário das 19 h. Trata-se de TEMPOS MODERNOS, que chega para substituir Caras & Bocas. Inclusive Caras & Bocas terminou com um alto índice de audiência para este horário. Tempos Modernos sera a primeira novela da Rede Globo em 2010 e a primeira da década. Em resumo inicial, a nova trama gira em torno do sessentão empreiteiro milionário, Leal Cordeiro (vivido por Antônio Fagundes), pessoa simples e determinada, com valores éticos e familiares, que cresceu dentro da construção civil e formou um império imobiliário, mas sempre com muita honestidade. Dentre seus negócios, a maior conquista é o edifício Titã localizado bem no centro antigo da cidade de São Paulo e onde reside. Titã é um doa maiores arranha céus da capital paulista e conta com uma infinidade de apartamentos de vários tamanhos e de diferentes portes residenciais. Além de ter sido um dos homens responsáveis por erguer o prédio, Leal, que é viúvo e tem quatro filhas e quatro netas, atua como o principal administrador desde que tomou posse de quase todos os imóveis, exceto um, o de Hélia Pimenta (vivida por Eliane Giardini), seu grande e misterioso amor do passado. Aliás, tomar conta do maior edifício da cidade tem tirado o sono deste incansável homem, que passou a vida dedicando-se ao trabalho. Titã na verdade é um revolucionário edifício inteligente controlado por um supercomputador chamado Frank (na voz do dublador Márcio Seixas). A máquina é tão avançada e moderna (o que dá o nome a novela) que expressa sentimentos como se fosse um ser humano (ironia e temperamento) e sempre vive interagindo com as pessoas do edifício. Na verdade Frank acaba tendo a pecha de "computador fofoqueiro de última geração". E mais, o grande lance de Titã é que ele vive cercado por câmeras (até comparado ao Big Brother), no qual todo mundo sabe da vida do outro. A novela começa com o lançamento de mais um empreendimento arrojadíssimo do poderoso Leal Cordeiro: Titã II, um novo prédio ainda maior e localizado bem em frente a Titã I no local onde funciona a Galeria dos Mano. É a partir daí que começa toda a confusão. Tempos Modernos inicialmente tinha o nome de Bom Dia Frankenstein (em reconhecimento ao grande edifício Titã que era para se chamar Frankenstein, ou seja, um grande corpo formado por uma diversidade).

INÍCIO DA TRAMA - Antes de erguer o Titã II, iniciativa, na verdade, sugerida por suas duas filhas mais velhas, Leal precisa colocar abaixo a Galeria Dos Mano, tradicional conjunto de lojas e estúdios de música e dança localizada no prédio. O problema é que nem os lojistas nem a teimosa filha caçula do empreiteiro pretendem que ele siga adiante com o projeto. E têm mais surpresas: nas vésperas do lançamento do edifício, Leal revela que pretende se aposentar e que precisa escolher entre suas três filhas quem será sua sucessora: a caçula Nelinha (Fernanda Vasconcellos), sua preferida, ou a perua Goretti (Regiane Alves), ou mesmo a primogênita consumista Regeane (Vivianne Pasmanter). Foi para ajudar a protegê-las do mundo que Leal montou o edifício inteligente Titã e o supercomputador (mas muitas vezes ele se pergunta porque construiu Frank). Ele também acaba por descobrir que tem um problema sério de saúde e que seu tempo de vida está chegando ao fim. A TV Globo confia muito nos efeitos especiais desta novela.
Para proteger o supercomputador e a fortaleza, o empresário tem um chefe de segurança muito perigoso chamado Albano (vivido por Guilherme Weber), que articula e consegue ficar noivo de sua filha. Sendo o maior vilão, Albano deseja tomar posse deste que é a maior trabalho de Leal. Para isso, o bandido contará com a ajuda da vilã Deodora (vivida por Grazi Massafera), seu braço direito na equipe de segurança. A ex-BBB, Grazi ganhou uma tatuagem enigmática que lembra a da atriz Angelina Jolie (Tomb Rider) e é uma vilã com cara de boneca capaz de acabar com qualquer homem.
Há ainda um núcleo a la rock ′n roll. Na Galeria Dos Mano, personagens como Ramón (Leonardo Medeiros) e Gaulês (Jairo Mattos) mantêm viva uma das principais características do centro de São Paulo: a pluralidade no jeito de pensar, sentir, agir e conviver. Ali também tem Hélia Pimenta que é uma ex-bailarina e que dá um tom um tanto latino (cubano) à trama. Na Galeria ela é dona de uma academia de dança, onde vários tipos se reúnem (roqueiros com cantoras líricas) e também viverá um dos triângulos amorosos mais controvertidos da novela, ao lado de Antônio Fagundes e Marcos Caruso, o misterioso Niemann. Também estará valendo a buscar pela audiência do público infantil. Em Caras & Bocas foi o macaco Chico que chamou a atenção da garotada no horário. Agora, essa nova trama global contará com baratinhas espiãs, instrumentos do malvado Albano.
O par romântico destaque da trama é a filha caçula de Leal Cordeiro, Nelinha (Fernanda Vasconcelos) e o filho de Hélia Pimenta, Zeca (Thiago Rodrigues). Inclusive Fernanda e Thiago é um casal de outros programas na TV Globo. Juntos já atuaram em Malhação logo no início da carreira de ambos e na novela das 21 h "Páginas da Vida" vivendo personagens que atravessaram um dramalhão para conquistar a fama. Mas agora a estória é outra. Com uma pegada bem humorada, os dois vão viver os mocinhos de Tempos Modernos e se apaixonam ao estilo gato e rato. Ambos estréiam no gênero comédia e declararam que tiveram de “reinventar este que é um terceiro casal”, ou seja, fazer algo completamente diferente desta vez. Zeca Pimenta é ético, coerente e bom. É o típico herói de novela. Ele conhece Nelinha logo no começo da trama, quando ela está fazendo rapel em protesto contra a construção do prédio do pai e algo dá errado e Zeca consegue salvá-la. E é no terraço do Titã que esta estória amorosa mal resolvida é colocada à prova. Nelinha é astrônoma e apaixonada por estrelas e esportes radicais. Não vive seus melhores dias. Preocupada com o estado de saúde do pai, que acaba de anunciar que está muito doente, ela se desespera com a possibilidade de perder aquele que lhe é a pessoa mais importante. Então decide pensar um pouco na vida e recorre ao terraço do edifício Titã. É neste momento que a jovem deixa de lado todas as suas defesas e se entrega aos braços de Zeca (engenheiro militar) que acaba virando um guarda-costas contratado por seu pai para protegê-la. O amor entre os dois não segue os moldes de um relacionamento tranqüilo ou romântico. Eles se descobrem apaixonados de uma hora para outra, depois de viverem aos trancos e barrancos. E as dificuldades que enfrentaram não são apenas as incompatibilidades de gênios e personalidades. No meio do caminho de Nelinha tem Nara (vivida por Priscila Fantin), uma namorada de Zeca desde dos tempos de infância.

O caso da filha mais velha do empreiteiro, Regeane, e Portinho (vivido por Felipe Camargo) é um tanto diferente. No passado, foram marido e mulher. No presente é um ex-casal infeliz, que sofre com uma paixão que insiste em se manter viva. Portinho é um astrônomo que usa a racionalidade para tudo na vida, quer dizer, quase tudo. O amor por Regeane o tira de órbita e faz com que se esqueça da praticidade quando está frente a frente com a ex-mulher. Já ela não pensa duas vezes quando tem que escolher entre coração e dinheiro. Consumista e ávida por dar o tão sonhado neto a Leal, ela não hesitou quando percebeu que Portinho não poderia lhe oferecer a vida que sempre sonhou. O que ela não esperava era continuar com o ex-marido tão vivo em seu coração. Regeane cai em armadilha e fica noiva do maquiavélico Albano.

Somente Goretti, a filha do meio de Leal, pode dizer que é feliz no casamento. Ao lado de Bodanski (vivido por Otávio Müller), que fez carreira como autor e palestrante de auto ajuda espiritual, construiu uma família que foge ao padrão da normalidade. Na tentativa de ter um filho, Goretti e Bodanski tiveram quatro meninas, todas batizadas com o nome de Maria: Maria Eugênia Bodanski Cordeiro (vivida por Ana Karolina Lannes), Maria Clara Bodanski Cordeiro (vivida por Jeniffer de Oliveira Andrade), Maria Helena Bodanski Cordeiro (vivida por Rebecca Orenstein) e Maria Eunice Bodanski Cordeiro (vivida por Polliana Aleixo). O maior problema é a criação das crianças que enlouquece a vida de todas as babás ou governantas que tentaram trabalhar na casa.
Assim, a trama da novela trata de forma bem leve e cômica da vida e das escolhas de Leal Cordeiro e do amor entre pai e filha (Leal e Nelinha), um dos pontos altos do folhetim, mostrando a relação, que às vezes se torna bem conflituosa. Tempos Modernos ainda aborda o assunto do uso da tecnologia de última geração misturando o folhetim com cultura pop, romance e adrenalina trazendo ainda em seu recheio estórias de ex-casais que sofrem por uma paixão. Tudo somado a guerra familiar por amor (e para alguns, por dinheiro), disputas amorosas vividas por personagens de todas as idades e trapaças para assumir o poder sobre o gigantesco prédio inteligente. Enfim, uma geléia geral.
Lógico que tudo isso é apenas o início da trama e a mesma poderá mudar no decorrer dos capítulos dando espaços para algum ou outro personagem e tirando algum outro do foco maior. Vai depender da audiência e dos interesses da direção de emissora.

LOCAL DA NOVELA - O centro de São Paulo onde Tempos Modernos se passa é um lugar vivo, pulsante e que reúne gente bacana que escolheu este endereço para viver. Sim, eles moram na região central mais antiga da cidade, que é agradável para se ter um lar, se divertir ou trabalhar. Nas ruas e praças, é possível conviver com diversas manifestações artísticas. É lá que está a escola de Hélia Pimenta onde são ensinadas diversas modalidades de dança.
Há também aqueles que preferem se exercitar de forma mais radical, adotando o Parkour. Led (vivido por Guilherme Leicam) e seus amigos são fãs do esporte, cujo desafio é usar a própria arquitetura da cidade como obstáculo para saltos e manobras.
E tem a música... Ao ar livre e sem cobrança de ingresso, os paulistanos se reúnem para apresentar melodias que adoçam a vida, por vezes amarga, de quem circula pelo centro. Uma das musicistas de Tempos Modernos é Miranda Paranhos (vivida por Eliana Pittman), que integra uma banda formada por moradores da região.
Para aqueles que preferem alimentar a alma com a cultura e o corpo com algo mais palpável, o caminho é a pizzaria de Pasquale (vivido por Genézio de Barros), a "Pasquale & Pasquale Pizza Volante". O lugar não tem nada de requintado, mas é um ponto de encontro para bater papo, rever amigos ou experimentar mais uma das exóticas receitas criadas pelo dono do estabelecimento, um cearense metido a italiano.
E a vida no centro não para por aí. Andando mais um pouco pelos arredores do Vale do Anhangabaú, chega-se ao “Pilhanatural de Meditação, Relaxamento e Autoconhecimento“. No SPA de Bodanski, são cobradas verdadeiras fortunas por tratamentos estapafúrdios que prometem o equilíbrio do ser humano. Parte dessas locações é cenário do amor entre Nelinha e Zeca.

PREPARAÇÃO DO ELENCO - Foi pensando em dar vida a personagens com características tão específicas que o elenco de Tempos Modernos vem se dedicando desde agosto a cursos e treinos, que vão desde classes de artes marciais a noções básicas de violoncelo. Aulas como técnicas de rapel, kung fu e parkour foram as primeiras a acontecer. Fernanda Vasconcellos, Thiago Rodrigues, Grazi Massafera, Cris Vianna, Guilherme Leicam são alguns atores que entraram em ação para chegar ainda mais perto do universo de seus personagens. Devido aos seus estilos, eles irão mostrar cenas de artes marciais. Aliás, Graziela Massafera, Fernanda Vasconcellos e Thiago Rodrigues estiveram passando por um treino pesado na tropa de elite do BOPE, treino essencial para compor os novos personagens que precisam dessas técnicas usadas por essa policia conhecida pelo filme exibido há pouco tempo no Brasil. Os efeitos especiais ficarão bem melhor com os atores já treinados. Trabalho para eles que tiveram que exercitar-se com corridas, aulas de boxe e kung fu, além de uma dieta rígida. Em setembro, a Rede Globo promoveu um workshop com duração de três semanas para o elenco se familiarizar com a história de Bosco Brasil. Os atores puderam aprender a tocar instrumentos como cavaquinho e trombone. Técnicas de massagem corporal, krav magá (defesa pessoal), tiro, jogo de xadrez e visitas guiadas a uma maternidade, à sala de segurança de um shopping carioca e ao Observatório Nacional do Rio de Janeiro estiveram no cronograma das atividades.

TRILHA SONORA - A novela é extremamente musical e isso levou a equipe Globo a uma variação enorme de estilos. As canções são escolhidas de acordo com seus personagens, como no caso de Leal (Antônio Fagundes). Ele é um homem simples, tradicional e o seu gosto tende para o samba de raiz. Já núcleo de rock, representando pela Galeria, também estará presente na trilha, com a música “Até quando esperar”, cantada por Plebe Rude. O tema de Nelinha (Fernanda Vasconcellos) e Zeca (Thiago Rodrigues) é “O Segundo Sol”, na voz de Cássia Eller. Essa foi uma escolha bem interessante, já que a música fala de astronomia e isso tem tudo a ver com a trama. Arnaldo Antunes, que, além de ser a cara de São Paulo, esteve em nosso workshop que reuniu todo o elenco antes do começo das gravações, é outro nome que está na novela. A escolha foi “Invejoso”, que tem uma levada engraçada e leve e ajuda a contar a história do divertido Bodanski, personagem de Otávio Müller. O bolero é mais uma de nossas opções. O ritmo embala o romance de Hélia (Eliane Giardini) e Leal.

DETALHES TÉCNICOS - Aquecendo o centro, parte-se do conceito de que a cidade já está revitalizada. A produção da Globo criou um cenário incrível onde a música estará muito presente e serão vistos skatistas, rappers, bailarinos, executivos e motoboys convivendo de forma integrada. Nada precisou ser inventado. É São Paulo sob uma ótica nova. A produção acredita que a própria população redescubra aquela área. À noite o centro ganha uma luz dourada, que se chama vapor urbano, que serviu de inspiração para colorir grande parte das cenas e ajudar no conceito de luz da novela. Para garantir a viabilidade da produção, pegou-se a Avenida São João e levou-se para o Projac, com a ajuda de recursos gráficos, que representam um gigantesco trabalho digital. Alguns pontos e cenários específicos foram reproduzidos pela cenografia. Tem-se uma Galeria do Rock montada em estúdio, pois não é possível para a produção estar no ambiente real toda vez que esse universo aparece na estória. A novela, embora tenha sido parte gravada no Rio, não saiu de São Paulo. Esta é a sensação que o público vai ter. Também construi-se, no Projac, o edifício Titã e parte da Rua Líbero Badaró.

FIGURINO E CARACTERIZAÇÃO - Trazer São Paulo para a tela através de cada detalhe dos personagens foi um dos desafios das equipes de figurino e caracterização de Tempos Modernos. A escolha se dirigiu à sobreposição de peças, muitos acessórios e looks que, em sua maioria, fogem de um estilo formal. O ponto de partida é Leal (Antônio Fagundes). Segundo a figurinista da TV Globo, Emília Duncan, predomina para este personagem o mais modesto, nunca o exagero. Azul e branco são as cores preferidas para marcar a leveza de alma e o romantismo do personagem. O jeans é a peça-chave, uma escolha que está totalmente relacionada ao arquétipo do trabalhador do século 19. Incorporar este tecido ao seu figurino é mais uma forma de mostrar o quanto o dono do Titã valoriza o seu passado, o período em que atuou na construção civil. O jeito básico e pé no chão de Nelinha (Fernanda Vasconcellos) pode ser facilmente identificado em seu figurino e na maneira como lida com sua vaidade. Unhas pintadas com cores claras, maquiagem delicada para ressaltar o que já é naturalmente bonito e cabelos penteados com o vento das alturas. O amor pela astronomia está nas três delicadas estrelas tatuadas em seu braço, nas suas roupas e acessórios, como o inseparável pingente de estrela cadente que usa no pescoço. A figurinista Emília Duncan explica que ressaltar os olhos verdes da atriz foi um dos focos do estudo para a criação do figurino de Fernanda. A sonhadora Nelinha também ganhou algumas peças um pouco mais escuras, para manter vivo o espírito jovem e aproximá-la da tribo do rock, mais exatamente da Galeria, onde tem muitos amigos. Vivianne Pasmanter e Regiane Alves ganharam fios louros e novos cortes de cabelo para viver, respectivamente, Regeane e Goretti. Regeane é uma perua que prefere tudo falso: cílios e unhas postiças e peruca para alongar as madeixas. Já Goretti adora usar pedras em seus acessórios. A arquiteta, que pensa entender de artes plásticas, aposta num visual bem moderno, mas carente de bom gosto – pelo menos no que se refere ao excesso.
Embora as duas só se preocupem com as aparências e apostem no exagero, há diferenças no estilo das irmãs. Regeane parece que está com a roupa errada no lugar errado, coisa que acontece com uma freqüência inacreditável. E é fácil entender o porquê. Estampas de onça, bordados, paetês, cor dourada e muito brilho não podem faltar em seu guarda-roupa.
Com Goretti o problema é outro. O seu figurino foi desenhado a reboque do marido, Bodanski (Otávio Müller). Influenciada e “orientada” por ele, a filha do meio de Leal (Antônio Fagundes) usa e abusa de pedras – de preferência semipreciosas – e suas roupas se orientam pela sorte do dia. “A ágata, por exemplo, é seu principal acessório nos momentos em que ela quer harmonizar e fortificar o corpo“, brinca a figurinista Emília da Globo. Já os “looks” de suas filhas são bem distintos um do outro, marcando cada uma das quatro personalidades, sem deixar de lado a adequação à idade de todas elas. Tatiana Rodrigues, que também assina o figurino da novela, conta que, por se tratar de uma obra com boas pinceladas de comédia, é permitido flertar com o lúdico na hora de vestir alguns personagens.

EFEITOS GRÁFICOS E VISUAIS - Logo no primeiro capítulo da novela, Leal tem um sonho aterrorizador. Um momento em que ele se vê sozinho numa cidade que se desconstrói, literalmente. Para levar esse feito à tela, foi executado um complexo trabalho gráfico, envolvendo composições com fotografias e técnica 3D.
Frank, o super computador que controla o Titã e, de certa forma, a vida das pessoas, se comunica por meio de uma lente. O telespectador pode ver, sob a ótica de Frank, aquilo que acontece ao seu redor. E não é difícil saber quando o que está sendo mostrado é o ponto de vista do temperamental computador. As imagens têm um tratamento especial, modificadas por uma lente grande angular chamada ‘olho de peixe’. As cenas ficam distorcidas, com dimensões desproporcionais e bem diferentes do normal.
O vilão Albano (Guilherme Weber) só consegue colocar em prática alguns de seus planos porque tem a seu favor aparatos tecnológicos ultramodernos: baratas espiãs. O minúsculo robô, com a estranha aparência de um inseto, circula por diversos ambientes registrando conversas, segredos, encontros e discussões. O curioso bichinho ganha vida graças à computação gráfica.
A cenografia também utiliza recursos de computação gráfica para trazer parte de São Paulo até a cidade cenográfica da novela, construída no Rio de Janeiro. Durante as gravações na capital paulista, a equipe de produção captou inúmeras imagens de locais específicos do centro, para serem inseridas em áreas pré-definidas do cenário.
No estúdio, um dos trabalhos da equipe de efeitos gráficos e visuais é a realização de uma espécie de museu, que funciona dentro do Titã, com imagens que revelam detalhes e mistérios de toda a vida de Leal. No lugar são armazenadas fotos e holografias do protagonista, produzidas com recursos de computação.

DECLARAÇÕES A IMPRENSA - O veterano ator Antônio Fagundes fez declarações sobre a novela. "É uma equipe maravilhosa. Essa novela é muito gostosa. Isso só pode dar em bom resultado". Sobre o supercomputador: "Ele sabe de tudo e de todos". Com relação com esses modernos meios tecnológicos de hoje em dia ele revelou que não é muito ligado. "Eu sou um ‘analfabyte’". Fagundes ainda mostrou não gostar da invasão de privacidade proporcionada pelas novas tecnologias.
A jovem atriz Fernanda Vasconcelos adotou um novo visual para a novela e está oito quilos mais magra. Também cortou franja e faz aulas de kung fu, para interpretar sua personagem. “Nelinha é uma pessoa extremamente movida pelo coração. É do tipo que têm objetivos e luta com garra. Tem bom humor e energia positiva”, contou Fernanda à imprensa.
Grazi Massafera declarou que está feliz por, enfim, ser aceita como uma atriz e não só como mais uma ex-BBB.
As análises internas da produção de Tempos Modernos indicam que a novela poderá começar com quase 20 capítulos já gravados e concluídos e que a as melhores atuações estão por conta de Antônio Fagundes (acima de média) e Grazi Massafera (surpreendendo).

AUTORIA E DIREÇÃO - O autor da novela é Bosco Brasil (Bosco José Lopes Rabello da Fonseca Brasil), paulista de Sorocaba, que havia vencido a disputa interna da TV Globo para ver quem iria escrever a sucessora de Caras & Bocas ainda no início de junho de 2009, com a falecida Andréa Maltarolli (autora de Beleza Pura). Tempos Modernos é a primeira novela em que Bosco Brasil é autor principal. Antes ele já havia sido co-autor e colaborador em várias outras, como As Pupilas do Senhor Reitor (SBT), Essas Mulheres e Bicho do Mato (TV Record), Anjo Mau, Torre de Babel, As Filhas da Mãe e Coração de Estudante (TV Globo). "É um horário de que gosto muito, porque a gente pode brincar bastante e fazer uma novela com várias gamas. A impressão que tenho é que eu só poderia fazer esse horário", chegou a dizer, aos risos. A trama é inspirada na tragédia Rei Lear, escrita por William Shakespeare em torno de 1605. Os colaboradores de Bosco são Maria Elisa Berredo, Mário Teixeira, Izabel de Oliviera e Patrícia Moretzsohn. A supervisão dos textos é do novelista Aguinaldo Silva. O diretor geral é José Luiz Villamarim e direção de Paulo Silvestrini, Carlo Milani, Pedro Vasconcelos e Luciana Oliveira.
.
.
Sérgio Torres (Blog Alvo Notícias), pesquisando
.
.
QUEM SÃO?
Personagens Principais da novela
.
.
Trabalhador, inteligente e cabeça dura. Essas três características falam muito sobre o protagonista da trama. Sozinho, construiu tudo o que tem, como o moderníssimo edifício chamado Titã. Quando quer, sabe ser um fiel amigo e ter fala mansa. Mas não deixa a teimosia de lado caso seja contrariado, principalmente em situações de injustiça, claro, segundos seus próprios conceitos.
.

Cornélia Cordeiro pode ser chamada de Nelinha, a filha mais nova – e preferida – de Leal. Por ser tão parecida com o pai, principalmente no jeito teimoso de ser, pensar e agir, a relação entre os dois tem altos e baixos. As brigas, que não são poucas, camuflam um amor imenso e uma forte admiração que tem por Leal. Nelinha é simples e esta talvez seja sua maior virtude para conquistar amigos e amores.

.

Formou-se em Engenharia, mas não tem nada de racional. Recorre a fórmulas mirabolantes para explicar os cálculos que faz. Consumista ao extremo, chega a ter palpitações em frente a uma vitrine. Foi casada com Portinho, por quem ainda é apaixonada. Decidiu se separar de seu grande amor ao descobrir que ele não poderia lhe dar o filho que tanto sonhou.

.

Ela prefere ser chamada de Go Cordeiro, principalmente na hora de assinar seus trabalhos como artista plástica, coisa que está longe de ser. Bonita por natureza e cafona por vocação, Goretti morre de vergonha da origem pobre de seu pai. A vontade de dar um neto a Leal fez com que tivesse quatro filhas, as “Marias”, que roubam toda a sua tranquilidade. Ela está longe de ganhar o prêmio de mãe do ano, pois mal conhece suas meninas.

.

José Carlos Pimenta é formado em Engenharia e, depois de ter feito parte do corpo de fuzileiros navais, volta ao Titã para viver com sua mãe, Hélia. É caseiro, tem talento para dança e sabe costurar, além de ser sincero, elegante e firme na hora de tomar decisões. É o sonho de consumo de muitas mulheres. Logo que chega a São Paulo, consegue um emprego no Titã, como engenheiro. Mas o destino o coloca frente a um desafio, salvar Nelinha em um acidente.

.

O todo poderoso chefe da segurança do Titã. Conhece o prédio de Leal como ninguém e aproveita o seu cargo para bisbilhotar a vida de todos que circulam ou moram no edifício. Não confia em ninguém, nem em si mesmo. É cínico e tem um passado nebuloso. Faz grandes armações e, ao mesmo tempo, se diverte infernizando gratuitamente a vida das pessoas.

.

Braço direito, cúmplice e amante de Albano, comanda com mão de ferro o “exército” de seguranças do Titã. Esperta e desafiadora, domina as artes marciais e isso a torna muito confiante em si mesma. Protagoniza cenas amorosas com Albano que arrancam mais risos do que faíscas.

.

Ex-bailarina, formada em Cuba, abandonou a dança profissional por razões até hoje não esclarecidas. Para amenizar a falta que sente dos palcos, fundou uma academia no centro de São Paulo, onde seus alunos encontram diversos ritmos de dança. Hélia mora no Titã, aliás, foi a primeira pessoa que se mudou para o prédio e é a única proprietária de um imóvel no edifício. Ela tem um filho, Zeca, para quem se recusa a dizer o nome e o paradeiro de seu pai. Além deste segredo, Hélia esconde vários outros, incluindo a razão de ter uma relação tão conflituosa com Leal.

.

É uma amiga de infância de Zeca e, por consequência, sua namoradinha de adolescência. O relacionamento, se é que pode ser chamado assim, nunca ficou estabelecido ou formalizado, embora Nara tenha a certeza de que Zeca é o seu verdadeiro amor. Aprendeu a dançar com Hélia e hoje é uma excelente dançarina, dessas que participam – com um bom desempenho – de concursos em diversos países. É par constante de Zeca e os dois sonham em vencer uma disputa juntos. Nara é vaidosa e feminina, mas não mede esforços para defender o que deseja.

.

Construiu carreira como autor e palestrante de auto-ajuda – em qualquer área que seja. Com a fama, fundou o SPA Pilhanatural, onde são aplicadas técnicas inusitadas que visam o bem-estar do corpo e da alma. Este é o charlatão Altemir, seu verdadeiro nome, um grande segredo. Marido de Goretti, ele também não dá conta das “Marias”, sua filhas temperamentais. Linguarudo e sem o menor compromisso com a ética, o “doutor” é um aliado nas armações de Albano.
.


Dono da lendária “Ao Tiozinho do Rock”, Ramón é o aguerrido presidente da associação dos lojistas da Galeria. Roqueiro velho de guerra, sem nunca abandonar o jeitão desleixado e rebelde, Ramón é, no fundo, um homem conservador. Tenta educar sua filha colocando-a numa redoma de vidro e sofre até hoje por ter sido abandonando pela mulher, a cantora internacional Ditta.
.
.

ELENCO DE TEMPOS MODERNOS:

ANTÔNIO FAGUNDES (Leal Cordeiro)
FERNANDA VASCONCELOS (Nelinha Cornélia Cordeiro)
THIAGO RODRIGUES (Zeca José Carlos Pimenta)
VIVIANNE PASMANTER (Regeane Cordeiro)
REGIANE ALVES (Goretti Cordeiro)
GUILHERME WEBER (Albano)
PRISCILA FANTIN (Nara Nolasco)
ELIANE GIARDINI (Hélia Pimenta)
FELIPE CAMARGO (Vinícius Porto Portinho)
GRAZI MASSAFERA (Deodora Madureira)
DANTON MELO (Renato Vieira de Matos)
JAIRO MATTOS (Gaulês)
MARCOS CARUSO (Otto Niemann)
RICARDO BLAT (Fidélio)
MALU GALI (Yolanda Paranhos)
ALESSANDRA MAESTRINI (Ditta Rita Dittakusnezov)
DÉBORA DUARTE (Tertuliana)
OTÁVIO MULLER (Dr. Bodansky)
JOÃO BALDASSERINI (Túlio Osório)
OTÁVIO AUGUSTO (Faustaço Lumbriga)
LEONARDO MEDEIROS (Ramon Piño)
GENÉSIO DE BARROS (Pasquale)
JANAÍNA ÁVILA (Milena Morgado)
EDMILSON BARROS (Lindomar)
CRIS VIANNA (Tito Bicalho)
ALEXANDRA MARTINS (Duba Lumbriga)
CAROLINE ABRAS (Catarina)
CLÁUDIA MISSURA (Lavínnia)
FABRÍCIO BOLIVEIRA (Nabugo Mota)
TUNA DWEK (Justine)
ANTÔNIO FRAGOSO (Zapata)
DARLAN CUNHA (João Paranhos)
PASCOAL DA CONCEIÇÃO (Zuppo)
VICTOR PECORARO (Maurição Ricardo Maurício)
ANDERSON LAU (Okuda)
ELIANA PITTMAN (Miranda Paranhos)
ALINE PEIXOTO (Jannis Piñon)
ALEXANDRE CIOLETTI (Valvênio)
GUILHERME LEICAM (Led Piñon)
ELLEN ROCCHE (Cibele Porto)
CÁSSIO INÁCIO (Tartana)
NARUNHA COSTA (Dolores Damasceno)
PAULO LEAL DE MELO (Raulzão Ducha Fria)
JOANA LERNER (Heloísa)
LUCIANA BORGUI (Bárbara)
SOFIA PORTTO (Malu Leitão)
PAULA POSSANI (Maureen Lobianco)
MÁRCIA DEL ANILLO (Filomena Ayres Penna)
PRAZERES ALVES (Rondônia Alves)
ISABEL LOBO (Thais Trancoso)
GEORGIA GOLFARB (Val Lopes)
XANDY BRITTO (Nelsinho Pallotti)
LUCIANA BARBOSA (Izadora Mellão)
ZÉ LUIS PERES (Tito Maranhão)
SANDRO XIMENES (Divino)
MÁRCIO SEIXAS (voz do computador Frank)
POLIANA ALEIXO (Maria Eunice)
REBECA ORESTEIN (Maria Helena)
JENIFER DE OLIVEIRA ANDRADE (Maria Clara)
ANA KAROLINA LANES (Maria Eugênia)

.
.

TEMPOS MODERNOS

TV GLOBO
INÍCIO: a partir do dia 11 de janeiro de 2010
DE SEGUNDA A SÁBADO
ÀS 19h15min

.
.
RESUMO DA PRIMEIRA SEMANA
Segunda-feira, 11/01/2010
Nelinha sofre acidente no lançamento do Titã II
Leal acorda assustado e se queixa do pesadelo que frequentemente lhe atormenta. No sonho, sua filha Nelinha passa por apuros. Bodanski e Albano recebem empresários estrangeiros que estão interessados na construção do Titã II. Goretti e Regeane disputam a atenção do pai. Nelinha, que está no Observatório, se lembra da festa de lançamento do novo prédio e sai às pressas com Portinho. Leal sente que Nelinha está em dificuldade e tenta falar com a filha. Duba pede para Albano descobrir o que houve com Nelinha. Abrãozinho confirma para Ramón que está se aposentando e deixa uma chave de sua antiga loja com Led. Zapata conta para Albano que a turma da Galeria está armando uma manifestação contra o novo empreendimento de Leal. Zeca diz para Hélia que irá trabalhar para Leal e deixa a mãe revoltada. Nelinha liga para o pai e avisa que está bem, mesmo depois de bater com o seu carro. Deodora dá as primeiras orientações a Zeca sobre seu novo trabalho no Titã I. Hélia é contra o Titã II e confronta Leal. Nelinha se solidariza com o pessoal da Galeria e tenta convencer o pai a desistir de desalojá-los. Abrãozinho entrega algumas encomendas a Leal e desabafa com o amigo. Leal comenta que também pensa em se aposentar. Frank exibe o holograma de Hélia e Leal se emociona. Hélia pensa em Leal e recorda o tempo em que eram jovens. Goretti reclama das filhas, que fazem muita bagunça. Lavínnia chega à festa de lançamento do prédio e se apresenta a Leal. Regeane revela ao pai que está noiva de Albano. Nelinha sofre um acidente durante a manifestação e Zeca se arrisca para salvá-la. Leal se desespera ao ver a filha em apuros.
Terça-feira, 12/01/2010
Zeca será o guarda-costas de Nelinha
Leal se apavora com a situação da filha enquanto Albano simula providenciar ajuda para Nelinha. Hélia tenta entrar no prédio, mas é impedida por Deodora. Zeca e Nelinha despencam e ficam pendurados. Goretti perde a esperança de que sua irmã consiga sair viva e Leal desmaia. Zeca e Nelinha caem dentro do apartamento de Miranda e se salvam. Hélia vai ao encontro do filho, mas esconde de Albano que é mãe de Zeca. Leal desperta e descobre que a filha já está em casa. O pessoal da Galeria comemora o sucesso da manifestação. Deodora manda seus seguranças atacarem Led e sua turma, mas eles conseguem escapar. Portinho continua preso no carro e espera que alguém o encontre. Tertuliana diz a Leal que Nelinha precisa de proteção e ele fica preocupado. Duba entrega o endereço de Zeca a Leal que vai procurá-lo. Hélia finge ter um caso com Zeca para despistar Leal. Bodanski fica arrasado com a confusão no lançamento do Titã II e Goretti procura animá-lo. Abrãozinho descobre um rastreador no paletó de Leal e decide avisar ao amigo que ele corre perigo. Túlio rouba um beijo de Jannis. Nelinha conta para Regeane que Portinho ainda não voltou para casa e ela finge não se importar, mas vai resgatar o ex-marido. Goretti e Regeane fazem planos para o Titã II enquanto Nelinha promete lutar contra o projeto. Albano tenta impedir que Abrãozinho se aproxime de Leal e provoca um acidente com o alfaiate. Leal comunica a Zeca que ele será o guarda-costas de Nelinha.
Quarta-feira, 13/01/2010
Abrãozinho morre durante discussão com Albano
Zeca e Nelinha reagem à decisão de Leal, mas acabam aceitando. O monitor da sala de controle falha e Raulzão não consegue ver direito o que se passa entre Albano e Abrãozinho na garagem. Abrãozinho morre e Albano manda Deodora vasculhar a loja do alfaiate. Led resolve usar a chave que Abrãozinho lhe deu para entrar na loja. Zeca segue Nelinha que procura se esquivar. Frank conta para Leal que Abrãozinho está morto e Albano tenta provar que foi suicídio. Leal desabafa com Faustaço e Zuppo enquanto Albano vigia sua conversa. Raulzão avisa Albano que viu Regeane chegando em casa de manhã. Ramón estranha a reação de Led ao saber da morte de Abrãozinho. Leal é ameaçado por Ramon que tenta fazê-lo desistir de construir o Titã II. Portinho fala com Nelinha e inventa uma desculpa para ter sumido. Hélia pergunta por Zeca a Leal e ele fica furioso. Zeca tenta argumentar que não pode cuidar de Nelinha, mas é rechaçado por Leal. Hélia se preocupa com a missão do filho. Leal se depara com Hélia no elevador e os dois se enfrentam. Raulzão avisa que Leal está preso no elevador com Hélia e Albano desconfia. Leal impede que Frank monitore o elevador e some. Bodanski fica deprimido. Maria Eugênia tenta pegar a barata-robô-espiã de Deodora e atravessa uma janela de vidro. Jannis diz para Túlio que eles não podem mais se ver. Albano exige que Regeane lhe conte onde passou a noite. Nelinha prende Zeca na despensa. Leal surge na assembleia do pessoal da Galeria.
Quinta-feira, 14/01/2010
Nelinha e Zeca se beijam
Ramón reage à presença de Leal que insiste em falar na assembleia. Nelinha decide soltar Zeca e tenta se entender com ele. Lavínnia omite socorro a Maria Eugênia e Iolanda se oferece para ajudar a menina. Bodanski se anima com suas ideias para o novo empreendimento de Leal. Albano confronta Regeane que fica arrasada. Túlio não se conforma com a decisão de Jannis. Zapata avisa Albano que Leal está na Galeria e ele o manda incitar a violência contra o empresário. Ramón defende o diálogo, mas não consegue impedir o tumulto. Túlio tira Leal da confusão. Maria Eugênia se agita e Iolanda decide levá-la para casa. Nelinha propõe um acordo para Zeca. Leal descobre que Albano mandou preparar um dossiê sobre Hélia e o questiona sobre a invasão da Galeria. Gaulês suspeita que Zapata foi quem iniciou a algazarra. Albano vai se desculpar pela destruição da Galeria, mas Ramón não aceita. Lavínia aguarda um técnico em seu consultório e se surpreende com a chegada de Valvênio. Goretti percebe que falta uma de suas filhas quando Iolanda surge com Maria Eugênia. Jannis e Led demonstram preocupação com o pai. Leal pede para Regeane adiar seu casamento com Albano e ela conta para o noivo. Portinho chega para se encontrar com Regeane. Jannis vê Led entrando na loja de Abrãozinho e vai atrás dele. Nelinha se aproxima de Zeca e os dois acabam se beijando. Leal pede para Frank ler o dossiê de Hélia para ele e fica perplexo ao saber que Zeca é seu filho.
Sexta-feira, 15/01/2010
Leal sofre um atentado
Hélia nega que Leal seja pai de Zeca e garante que pode provar. Zeca se arrepende de ter beijado Nelinha e ela fica arrasada. Iolanda repreende Goretti pela falta de cuidado com a filha. Albano ouve a conversa de Regeane com Portinho e planeja roubar o império de Leal o quanto antes. Jannis descobre o segredo de Led e ameaça contar para o pai. Zeca conversa com Nelinha e os dois se sentem ainda mais apaixonados. Hélia revela que Zeca foi adotado e pede para Leal manter isso em segredo. Zeca conta para Nelinha que tem uma namorada. Hélia desafia Leal a dançar com ela na frente de seus alunos. Leal sonha com Abrãozinho e acorda perplexo com a aparição do amigo. Albano se une a Deodora e Valadão para tramar contra Leal. Túlio troca olhares com Jannis e desabafa com Tartana. Led decide fazer uma prova para conseguir bolsa para o curso de violoncelo. Jannis se esconde e observa o desempenho do irmão. Valvênio surpreende Lavínnia com um pedido de casamento. Zeca se desentende com Nelinha e procura Leal para pedir demissão. Hélia estranha o fato de Zeca não ter passado a noite em casa. A Galeria amanhece pichada e Ramón desconfia de Zapata. Goretti tenta arrumar mais uma babá para as filhas e se depara com Iolanda na agência de empregos. Começa o evento de lançamento da pedra fundamental do Titã II e Albano prepara seu ataque a Leal. Nelinha vai procurar Zeca na escola de dança e o encontra falando com Nara. Leal sofre um atentado e Hélia se desespera.
Sábado, 16/01/2010
Leal revela que está muito doente e irá morrer
Albano tenta incriminar os lojistas da Galeria pelo atentado. Valadão foge, mas é perseguido por Túlio. Nelinha descobre que a namorada de Zeca está na Austrália e que tem planos de se casar com ele quando voltar. Tertuliana conta a Nelinha o que aconteceu com seu pai. Lavínnia se espanta com a ousadia de Valvênio e fica furiosa. O bombeiro avisa que Leal está vivo e Zeca convoca o pessoal da Galeria para resgatá-lo. Albano sente-se pressionado e permite que Leal seja socorrido. Túlio tenta pegar Valadão, mas ele consegue escapar. Regeane confronta Albano. Jannis se preocupa com Túlio e vai encontrá-lo na praça. Nelinha recebe notícias do pai e tranquiliza Goretti. Túlio conta que viu o motoqueiro pular no rio e lamenta não ter como saber quem foi o mandante do atentado. Em represália à atitude de Zeca, Albano o manda trabalhar no lixão do prédio. Valadão tenta invadir o quarto de Leal no hospital quando Zeca aparece. Nelinha chama Faustaço e Zuppo para ficarem com o pai e Leal arma um plano com eles. Zeca acompanha Nelinha e afirma que irá protegê-la. Leal volta para casa e o médico avisa que seu estado é crítico. Iolanda se apresenta como a nova babá das Marias. Valvênio faz chantagem com Lindomar para ajudá-lo a conquistar Lavínnia. A delegada Tita Bicalho aparece para investigar o atentado contra Leal e Albano se assusta com a presença da policial. Zeca conta para a mãe que está apaixonado por Nelinha e ela reage mal. Leal revela a Nelinha que está muito doente e irá morrer.
.
DO SITE DA TV GLOBO
.

.
.
.

,

Nenhum comentário:

Postar um comentário