CEREA DE JATAÍ COMEMORA 30 ANOS COM FESTA CULTURAL

Os animadores musicais do CEREA abrilhantaram a festa com suas composições próprias e sensibilizaram o público presente


    O CEREA (Centro de Recuperação de Alcoólatras) de Jataí, região sudoeste de Goiás, promoveu uma animada festa em comemoração aos seus 30 anos de existência. O evento contou com uma extensa programação e teve a participação de pessoas notórias e cereanos (como são chamados os participantes do centro) convidados de outra cidade. Os “30 anos do CEREA” aconteceram em 26 de março e foram comemorados nos dias 6 e 7 de abril de 2013 na sede da entidade que fica, provisoriamente, junto à sede da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) que em Jataí é localizada no setor central, complexo do antigo Albergue. Os convidados de fora chegaram em uma delegação composta por nove pessoas da vizinha cidade de Quirinópolis. Empenhada em realizar de forma marcante as três décadas da instituição e sua árdua luta contra o mal do alcoolismo, a diretoria cereana, liderada pelo atual presidente, Divaldo Pedro Cardoso, trabalhou para proporcionar momentos de esclarecimentos, cultura e descontração a todos. A festa contou com competições esportivas, reuniões, palestras, apresentações artísticas e homenagens a padrinhos da entidade, além dos tradicionais momentos de testemunhos (quando ex-alcoólatras ou pessoas em fase de recuperação falam ao público sobre sua luta para largar o vício da bebida). 

PROGRAMAÇÃO E ANIMAÇÃO 

    O planejamento da festa foi feito com base na tradição do CEREA e o corre-corre mobilizou toda a diretoria. No dia 6, sábado, a programação iniciou às 14 h com um torneio de truco e um torneio de futebol envolvendo cereanos de Jataí. A premiação ficou marcada para um momento mais oportuno. Logo mais a noite, às 19 h, aconteceu uma reunião onde foram apresentados vários testemunhos de ex-alcoólatras e entrega de documento. Para a cerimônia houve a formação de uma mesa de honra presidida pela vice-presidenta da entidade, Alderita Adriana e composta por mais sete pessoas: o vereador Geovaci Peres (presidente de honra do CEREA), Dra. Simone Gomes (presidenta da Subsessão da OAB de Jataí), Dra. Sinthia (assessora jurídica do CEREA), Cláudia Vilela Gonçalves (diretora da escola Flávio Vilela na Vila São Pedro), José Queiroz (vice-presidente do CEREA de Quirinópolis), César Bernasoli e Nilton Vagner (esses últimos eméritos colaboradores). Nas cadeiras especiais estiveram sentadas cinco pessoas muito importantes na vida da entidade. Foram elas: Oriovaldo CEREA e sua esposa Maria Lina da Silva (casal fundador e muito lembrado pelos cereanos), a senhora Terezinha de Jesus (madrinha) e os senhores José Nunes e José Vicente, estes, alguns um dos primeiros cereanos em Jataí. Intercalando com a cerimônia, aconteciam apresentações dos animadores musicais do CEREA interpretando músicas próprias em voz e violão. Tudo em clima bastante regional. Em seguida, por volta das 21 h, foi a vez de uma apresentação teatral com a peça “Sinhá Maria” (premiada a nível estadual) que arrancou muitos risos e até comoção da plateia. A peça é de autoria do teatrólogo e cineasta jataiense, João Rodrigues, artista independente, que, inclusive, esteve colaborando com a programação do evento. Logo após, houve a exibição de um vídeo em telão mostrando uma bela mensagem espiritual e reforçando os preceitos da entidade. Em seguida veio o arrasta pé: todos foram convidados a se dirigirem ao salão ali do lado para terminarem a noite dançando ao ritmo musical de um animado baile. 


     No dia 7, domingo, a programação teve sequência a partir das 9 h com uma apresentação da roda de capoeira do Projeto Menino É Bom (professor Nego Sinhá) mostrando a arte, o esporte e o folclore dessa cultura nacional. Às 10 h foi a vez da boa e pomposa apresentação da Orquestra Municipal de Violeiros e Sanfoneiros que preencheu o recinto e encantou os visitantes com um coral de músicas regionais. Em seguida, às 11h30min, houve palestras e homenagens a pessoas que ajudaram a entidades durante seus 30 anos. Para matar a forme de todos, às 12h30min foi servido um farto almoço com arroz, salada, feijão pururuca, frango ao molho e refrigerantes. Às 14 h, já refeitos, todos os convidados puderam participar de um animado bingo e concorrer a prêmios. A festa dos 30 anos do CEREA de Jataí foi encerrada logo em seguida com a despedida dos convidados de Quirinópolis. 

30 ANOS DE LUTA E RECUPERAÇÃO 

     Nos 30 anos de fundação, o CEREA de Jataí teve inúmeras lutas e vários colaboradores. Entre pessoas ilustres ou anônimas, comerciantes e imprensa, a entidade sempre obteve diversos tipos de ajudas e sempre se recuperou das quedas. Dentre seus ex-presidentes estão: Oriovaldo CEREA (o fundador), José de Freitas (o popular Zezinho do CEREA), Alderita Adriana, José Mateus, o casal Elton & Jocimara e a senhora Nilza Peres. Os trabalhos do CEREA são feitos na base da acolhida ao alcoólatra quando lhe são repassadas algumas orientações mentais e espirituais e acompanhamento de seu progresso para largar o vício. Reuniões são feitas todas as semanas onde, através de uma cerimônia tradicional, os novos acolhidos ouvem testemunhos de cereanos em recuperação e são convidados a fazer um juramento de não mais beber. O primeiro local do CEREA foi em um endereço na Rua Minas Gerais próximo a Catedral (hoje instalações de um sindicato). Após cinco anos, mudou-se para a sede própria, doada pelo Poder Público, na Rua Manoel Inácio, nº 30 (baixada ao lado da CDL e em frente à loja Irmãos Soares) e lá permaneceu por 25 anos até a desapropriação em 2012. No momento, em 2013, o CEREA se encontra nas instalações da APAE, entidade que lhe cedeu um local para manter seus trabalhos e suas reuniões semanais. A diretoria está buscando a doação de um terreno para edificar uma nova sede. O CEREA ainda administra uma chácara nos arredores da cidade onde trata de mulheres vítimas do alcoolismo. A atual Diretoria Executiva é composta por Divaldo Pedro Cardoso (presidente), Alderita Adriana Neves Evangelista (vice-presidenta), José Mateus (1º secretário), Trindade (2ª secretária), Damião Paulino de Araújo (1º tesoureiro), Belarmino Gama (2º tesoureiro e coordenador regional), Jocimara (relações públicas) e Elcimar Marçal (diretor de esportes). O vereador Geovaci Peres é o presidente de honra e o presidente do Conselho Fiscal, composto por 10 integrantes, é Sebastião Moreira.


Sebastião Moreira, Divaldo Pedro, Balarmino, Alderita, José Mateus e Damião. A atual diretoria do CEREA reuniu dezenas de pessoas em uma festa animada para relembrar o dia 26 de março de 1983 como data da fundação da entidade e início da luta contra o alcoolismo