ÔNIBUS DA SAÚDE ANTECIPA RESULTADOS PELA QUARTA VEZ

Ônibus da Saúde atendeu em frente ao ginásio JK (Tatuzão) e em frente à nova escola Zilah Amorim, entre os bairros Cidade Jardim e Jacutinga, quando realizou centenas de exames em ultrassom


     O chamado Ônibus da Saúde veio a Jataí pela quarta vez e realizou centenas de exames gratuitos agradando pela qualidade dos serviços prestados. Graças a essa promoção, que resgata compromissos, quase mil pessoas puderam ter acessos a importantes serviços de ultrassonografia, eletrocardiograma, endoscopia digestiva, audiometria e visão. O “consultório sobre rodas”, como também é conhecido, já esteve na cidade em 2010, 2011 e 2012. Ele ficou estacionado na porta do ginásio JK (Tatuzão), local de fácil acesso, no dia 11 (quinta-feira) e na porta da Escola Municipal Zilah Amorim (Cidade Jardim e Jacutinga) no dia 12 de abril de 2013 (sexta-feira). O ônibus faz parte do programa Saúde em Movimento e seu atendimento em Jataí é um trabalho político do vereador Marcos Antônio do Quartel (o mais bem votado entre os eleitos de 2012) e da deputada federal Flávia Morais (ambos PDT). Os políticos agem em conjunto com os trabalhos de filantropia da LBV (Legião da Boa Vontade) e com os trabalhos sociais do Lions Clube de Goiânia. A parceria também conta com a mão de obra e os equipamentos de ponta do Dr. George Morais (esposo da deputada Flávia). A vinda do ônibus é importante porque possibilita a uma parcela mais carente da população o acesso a exames que, normalmente, não teriam de forma tão rápida e sem pagamentos. 

     HISTÓRICO - Na primeira vez que o ônibus estacionou em Jataí foram realizados apenas dois tipos de exames: um de ultrassom em gestante e outro de eletrocardiograma. Na segunda vez a quantidade de exames foi aumentada e na terceira vez já foram sete. Naquela oportunidade também foi feito, por parte do vereador Marcos Antônio, um compromisso de oferecer exame de vista na próxima vez que o ônibus voltasse. Dessa forma, nesta quarta vez, houve o cumprimento da promessa e um aumento na quantidade e variedade de exames que chegou a 11. 



     AGLOMERAÇÃO E SENHAS 

     Desde as primeiras horas da manhã já era possível ver pessoas aglomeradas e em filas aguardando para serem atendidas. A distribuição das senhas foi a partir das 7 h e cada senha dava direito a apenas um tipo de exame. Segundo o vereador Marcos Antônio, a cidade de Jataí possui uma grande demanda e tem o privilégio de ser a única do interior a ter dois dias desses atendimentos. E tudo graças a um trabalho sério. Mesmo assim, apenas um senão deve ser observado diante de iniciativas bem sucedidas como essa que é, justamente, a forma de acesso à consulta. No caso do Ônibus da Saúde, os interessados tiveram que agir como nos PSFs e chegar bem cedo para garantir as senhas. Um procedimento que é padrão e que mantém a democracia no atendimento, mas que, entretanto, exige o auxílio de alguém da família, durante a madrugada, para assegurar lugares de pacientes em estados delicados, como gestantes, idosos e pessoas com saúde mais debilitada. 

EXAMES DE FORMA MAIS RÁPIDA 

     Quem procura os serviços do Ônibus da Saúde são pessoas que estão aguardando a liberação de exames preventivos pelo SUS e que conseguem, dessa forma, apenas uma antecipação dos mesmos. Assim, a grande vantagem do ônibus é que a pessoa pode retornar mais rápido a seu médico, particular ou no PSF, com o diagnóstico em mãos. Os tipos de exames nos dois dias foram Abdômen (superior), Próstata, Pélvica, Mama, Tireoide, Endovarginal, Obstetrícia (com imagem em 4D grátis em DVD), Eletrocardiograma e, com o complemento do próprio vereador Marcos Antônio, Audiometria, Vista e Endoscopia Digestiva. Alguns deles exigiriam ao paciente entrar em uma fila do SUS e aguardar até seis meses para conseguir realizá-los. 



BALANÇO COM EMOÇÃO A ALEGRIA 

     Ao todo, 976 exames foram feitos nos dois dias do Ônibus da Saúde em Jataí, sendo mais de 500 apenas no dia 12 quando o “consultório sobre rodas” estacionou em frente à escola Zilah Amorim (Cidade Jardim e Jacutinga). Neste local também houve mais exames oferecidos e mais satisfação gerada. Como exemplo de contentamento das pessoas, podia se ver, durante um dos exames de obstetrícia, o sorriso de felicidade no rosto de gestante quando o Dr. George Morais exibia a face de seu bebê ainda em seu ventre. O médico brincava mostrando os detalhes do nariz, da boca e ria quando o feto fazia cara de choro por ele ter dado uns leves tapinhas da barriga da mãe. No minucioso exame, a gestante ainda podia ouvir o coração do feto batendo e até o som da corrente sanguínea.


Dr. George Morais, clínico geral, realizando um dos modernos exames de Obstetrícia em 4D da mãe e do bebê na barriga