QUARTA-FEIRA, 21 DE AGOSTO DE 2013



ENTREVISTA COM VEREADOR VINÍCIUS LUZ

DESTA VEZ JATAÍ TEM OPOSIÇÃO PARTICIPATIVA

    Vinícius de Cecílio Luz, partido PSDB (coligação Pelo Progresso de Jataí-PSBD/DEM), eleito com 787 votos (1,63% dos válidos e 10º mais bem votado entre os 10 eleitos) está em seu primeiro mandato na Câmara Municipal (2013 a 2016) e é vereador de oposição junto com Thiago Maggioni (também PSDB). Já foi secretário municipal da Saúde (no mandato do prefeito Fernando Henrique Peres-FHP, “Fernando da Folha”- PR).

     Entrevista concedida ao Blog Alvo Notícias em 30 de julho de 2013.

ALVO NOTÍCIAS – O senhor é um vereador do mesmo partido do governador. Sai de Jataí para ir a capital percorrer os bastidores do Palácio das Esmeraldas atrás de recursos e benefícios para sua cidade. Assim funciona? Esse é o caminho?
VINÍCIUS LUZ – Tenho tido as portas do governo abertas desde o início de nosso mandato, aliás, até antes. A partir do momento em que começamos a encaminhar às solicitações, obtivemos êxitos e estamos sendo bem recebidos. Temos falado, constantemente, com a maioria dos secretários de estado e com o próprio governador em uma constante que acho que tem trazido bons frutos. 

ALVO NOTÍCIAS – O senhor está indo a Goiânia atrás dos recursos do governo estadual. Sendo assim, o que o senhor está pedindo para Jataí?
VINÍCIUS LUZ – São pedidos de toda ordem. Questões da Educação, Segurança Pública, Saúde e Infraestrutura. Na Educação solicitamos ao governador e fomos atendidos pelo secretário de estado, Thiago Peixoto, com um volume de recursos de R$ 150 mil para 2013 e mais R$ 150 mil para o início de 2014 onde vamos fazer melhorias no colégio estadual João Roberto Moreira. Mas apenas melhorias porque não vamos conseguir reformá-lo em sua totalidade. Entretanto serão várias melhorias substanciais que, ao longo do tempo, os alunos e os professores vão sentir a diferença. 

ALVO NOTÍCIAS – Já está definido por onde vai começar essas melhorias?
VINÍCIUS LUZ? – Já sim. Uma equipe técnica da Secretaria de Estado da Educação já esteve no colégio realizando um levantamento. A licitação já foi feita e está homologada (aprovada). Com isso, em breve começaremos os trabalhos.
     Outra coisa no tocante a Educação: corremos atrás e conseguimos, além da escola Padrão Século XXI, que já está em fase de licitação e, provavelmente, o governador deva dar uma ordem de serviço nos próximos meses nessa obra que será erguida no setor Dom Abel, conseguimos, também, outras duas novas escolas...

ALVO NOTÍCIAS – Essa escola Padrão Século XXI, por acaso, será a que vai substituir o colégio estadual (* asterisco) Frei Domingos?
VINÍCIUS LUZ – Sim, será essa mesma a substituta.
     ...Então nós conseguimos duas outras novas escolas. Chegamos da conversa com o secretário Thiago Peixoto e, imediatamente, procuramos o prefeito que nos cedeu duas áreas importantes, sendo que, uma será no conjunto habitacional Cidade Jardim II e a outra, que ainda está por definir, provavelmente, será na parte alta da cidade próxima ao conjunto Rio Claro (** asteriscos). Isso será uma parceria entre Governo Federal, Estadual e Municipal. Inclusive, já tem cadastro no Ministério da Educação-MEC.
     Solicitamos também, na área de Segurança Pública, um aumento no Banco de Horas da Polícia Militar e fomos atendidos. Pedimos mais algumas viaturas e já estão sendo viabilizadas. Solicitamos a inclusão da Jataí no programa Goiás Sinalizado junto ao Departamento Estadual de Trânsito-DETRAN e estamos aguardando uma resposta. Isso fará com que tenhamos uma melhor sinalização. Será um trabalho em parceira com a SMT de Jataí. Também solicitamos uma nova sede para a unidade do DETRAN-CIRETRAN e fomos atendidos. Nos próximos dias a CIRETRAN será mais ampla, moderna e com um padrão de atendimento aos moldes do Vapt-Vupt. As pessoas vão sentir a diferença. A área já foi providenciada e recebemos o novo mobiliário. Queremos até contar com a presença do governador para inaugurar esta nova sede da CIRETRAN em Jataí
     Também fomos atrás de algumas questões na área da Saúde. Logo no início de nosso mandato, solicitamos do governo estadual, uma ajuda de R$ 2 milhões para somar às ajudas da Prefeitura, da Diocese e da comunidade, para a reabertura do hospital Regional de Jataí, futuro hospital Padre Tiago (filantrópico). Tivemos o aval do governador e esse processo já está correndo na Secretaria de Estado da Saúde onde se aguarda apenas o plano de trabalho, que deverá ser apresentado nos próximos dias pela congregação Franciscana (futuros administradores do novo hospital), para que o Estado possa traçar um cronograma de liberação desse recurso a ser aplicado na aquisição de novos equipamentos uma vez que os que os outros estão, praticamente, sucateados.
      Também estou correndo, e muito, atrás de outra obra importantíssima na área de Saúde que não podemos perder. Trata-se do Ambulatório Médico de Especialidades, o AME, um programa do governo de Goiás e que acredito que umas 15 cidades já tenham sido contempladas com ele. Jataí é uma. Entretanto, corremos o risco de perder por causa de morosidade no repasse de uma área adequada. Procuramos o prefeito e ele sensibilizou. Na próxima semana (de 5 a 9 de agosto) estaremos votando um projeto de lei para a doação da área e iremos correr com isso debaixo do braço para agilizar esse processo e para que possamos, nos próximos meses, conseguir a licitação desse ambulatório. Com ele vamos conseguir desafogar os problemas de especialidades médicas. Hoje nós temos uma boa rede de postos de saúde, mas quando os pacientes são encaminhados para consultas ou exames especializados, temos problemas de agendamento porque as vezes não são feitos aqui. Com uma obra como essa, vamos conseguir resolver boa parte desses problemas.

ALVO NOTÍCIAS – Vai ter profissionais de fora?
VINÍCIUS LUZ – Com certeza vai ter. Além de uma estrutura moderna, não só física, mas com equipamentos que podem realizar exames especializados aqui mesmo em nossa cidade sem a necessidade dos pacientes terem que se deslocar para outros municípios, principalmente, para Goiânia.

ALVO NOTÍCIAS – Santa Helena também...
VINÍCIUS LUZ – Santa Helena é uma parte mais hospitalar uma vez que temos um hospital regional estadual por lá, mas, o AME é na parte ambulatorial de consultas especializadas e exames.

ALVO NOTÍCIAS – Em relação ao Centro Médico de Jataí, o que o secretário municipal de Saúde, Dr. Amilton Fernandes está solicitando junto ao Estado?
VINÍCIUS LUZ – O Dr. Amilton já fez uma solicitação na ordem de R$ 3 milhões em recursos como forma de um aporte do Estado no planejamento de ampliação no nosso Centro Médico. Estamos acompanhando esse pedido de perto, uma vez que entendemos que o Estado precisa sim ser parceiro nessa empreitada. As obras de ampliação do Centro Médico estão orçadas em, aproximadamente, R$ 9 milhões. Estivemos em equipe – junto com o prefeito e alguns vereadores – no Ministério da Saúde onde conseguimos uma sinalização de que o governo federal poderá financiar 100% dessa obra. Os R$ 3 milhões solicitados junto ao governo de Goiás serão para a aquisição de equipamentos, uma vez que o Centro Médico vai triplicar de tamanho e terá novos leitos de UTI, novas acomodações de enfermaria e novos centros cirúrgicos. É preciso ampliar, mas também precisa ter equipamentos. Provavelmente, o Dr. Amilton vai estar solicitando ao Estado para que essa ajuda possa ser em equipamentos. Diante disso, faremos nossas gestões, uma vez que somos da base do governo, para que esse recurso seja liberado como contrapartida.

ALVO NOTÍCIAS – Com relação à infraestrutura de asfaltamento de toda a cidade e a conclusão do programa do prefeito Humberto Machado. Existe mesmo um pedido seu de R$ 6 milhões junto ao governo do Estado para ajudar nessa conclusão?
VINÍCIUS LUZ – Há um projeto em andamento onde Jataí deverá ser contemplada com algo em torno de R$ 6,5 a R$ 7 milhões. É um programa que conta com parte de recursos do governo federal para ajudar alguns municípios. E sim, Jataí deverá ser contemplada com essa soma de recursos para novos asfaltamentos. Em conversa recente com o secretário municipal de obras, Dr. Tales, ele me disse que esse recurso seria suficiente para asfaltar 100% de nossa cidade. O que é importante é o diferencial. Esse recurso não será através de financiamento como foi aquele programa de asfaltamento que teve em 2012. Esse recurso chegará para a Prefeitura que não terá que repor, depois, em forma de financiamento. Com ele, poderemos asfaltar todas as vias ainda não pavimentadas e até realizar muitos metros de recapeamento.

ALVO NOTÍCIAS – Esse recurso para concluir o asfaltamento é um pedido seu ou senhor está apenas acompanhando um pedido feito pela Prefeitura?
VINÍCIUS LUZ – Estamos apenas acompanhando. Esse processo, inclusive, já vem de um período antes mesmo de nosso mandato. Mas tudo o que tange o Governo de Goiás em parceria com a Prefeitura de Jataí, estamos procurando fazer essa aproximação e interlocução para facilitar. Também estamos cobrando muito do governador e secretários de estado e temos obtido bons retornos.

ALVO NOTÍCIAS – Falando em interlocução entre o município e o Governo do Estado (poderes executivos), o senhor faz parte do mesmo partido do governador Marconi Perillo e é de sua base na cidade. Entretanto, também temos, como “concorrentes” seus na base governista, figuras políticas como Victor Priori (PSDB), Cilene Guimarães (PSD), Fernando da Folha (PSD) e até partidos parceiros, como o Democratas com André Massamba. Como é sua relação com eles tendo em vista todos esses requerimentos?
VINÍCIUS LUZ – É uma relação fraternal e de companheiros de verdade. A todos esses nomes que você citou eu ainda somaria os de Jailton Paulo Naves (PROLIQUIDAÇÃO/SEGPLAN) e Fernando Fernandes Pinto (IQUEGO). Temos procurando estreitar esse nosso relacionamento enquanto base do governo, respeitamos a individualidade de todos e temos procurando fazer algumas ações em conjunto. Por exemplo: estamos prestes a receber o governador Marconi Perillo em Jataí para passar um dia inteiro conosco fazendo uma agenda de visitas e reuniões políticas e administrativas. Isso estamos fazendo em conjunto. Provavelmente isso possa acontecer ainda no mês de agosto ou início de setembro. Faremos uma agenda comum onde estaremos discutindo com todos os vereadores e com o prefeito as demandas de nossa classe políticas que, ao mesmo tempo, são as demandas de toda a sociedade jataiense. Não adianta bombardearmos o governador com 300 pedidos. Precisamos ter foco e esse foco estamos buscando com nossas conversas, seja entre os próprios vereadores, seja com o prefeito ou seja com as lideranças da base do governo como você citou. Sempre em conjunto. Na minha posição, por exemplo, tenho procurando agir em conjunto com o vereador Thiago Maggioni e essa nossa parceria tem rendido muitos frutos. Em algumas demandas temos procurar utilizar, por exemplo, o prestígio que tem o Victor Priori (presidente do PSDB de Jataí) e em outras buscamos utilizar o prestígio da ex-deputada estadual Cilene Guimarães (assessoria especial do governador). Temos procurando fazer parcerias importantes.
_____________________________________________

"NÃO ADIANTA BOMBARDEARMOS O GOVERNO COM 300 PEDIDOS. PRECISAMOS TER FOCO E ESSE FOCO ESTAMOS BUSCANDO COM NOSSAS CONVERSAS"
_____________________________________________

ALVO NOTÍCIAS – Por falar nisso, como é sua relação de trabalho legislativo com seu companheiro de partido, o vereador Thiago Maggioni? Como está a dupla de oposição na Câmara Municipal?
VINÍCIUS LUZ – Temos uma relação de irmãos na Câmara. Estamos muito unidos. Tenho procurado ser parceiro do Thiago e auxiliá-lo e orientá-lo com minha experiência de vários anos na vida pública. E ele, com toda sua juventude, dinamismo e garra, tem procurando corresponder. Estamos procurando fazer um trabalho bonito de parceira. Temos tido muitas audiências juntos e feito requerimentos e projetos de lei em conjunto. Essa união, como eu disse na outra resposta, também é benéfica para a sociedade uma vez que somamos os nossos esforços. As vezes tenho mais facilidade em determinadas áreas, outras vezes é o Thiago que tem mais facilidade. Assim, temos conseguido dar respostas a sociedade.

ALVO NOTÍCIAS – Desenhe um paralelo. Qual a diferença entre a atuação dos atuais vereadores de oposição em Jataí com os da legislatura passada?
VINÍCIUS LUZ – falando, especificamente, com relação aos vereadores do PSDB: na legislatura passada, o partido tinha dois vereadores como tem nessa (Ediglan Maia e Pastor Luiz Carlos). Sem querer criticar a atuação, na legislatura anterior houve um alinhamento direto dos vereadores do PSDB com a Prefeitura e com o prefeito. Acho que isso não foi benéfico para a oposição de Jataí, pois a oposição tem que ser responsável e fazer como nós estamos fazendo. Responsável, mas também ser crítica e apontar caminhos. Quando há um alinhamento direto, como foi feito na legislatura passada, a oposição fica sem credibilidade e isso foi o que aconteceu. Agora nos estamos fazendo nosso papel de oposição, mas de forma respeitosa. Temos procurando corresponder com a Prefeitura e com o prefeito Humberto Machado (PMDB) da melhor maneira possível enquanto vereadores. Por outro lado, como base do governador, naquilo em que podemos firmar parcerias, estamos correndo atrás, buscando e trazendo. Estamos tendo feedback por parte do prefeito. Mas quando é necessário fazer as críticas e cobranças, também estamos fazendo. Dessa forma temos travado inúmeros debates na Câmara com os demais vereadores aliados do prefeito. Muitas vezes as sessões até esquentam dado a esse debate que, nada mais é, que um debate de ideias. Não somos inimigos. Somos apenas adversários políticos. Queremos o bem comum. Naquilo que podemos contribuir com as parcerias do governo de Goiás estamos contribuindo. 
     E aproveitando para fazer justiça às várias críticas que o Governo de Goiás sofre em Jataí, onde fica aquela sensação de que, quando se fala demais em uma mesma coisa, pode até ser mentira que acaba parecendo verdade, dizemos que se criou uma máxima de que o Governo de Goiás não investe aqui. Talvez seja porque esteve faltando ir buscar e cobrar como estamos fazendo. Essa sensação começa a ser modificada com os investimentos que o governador está fazendo na cidade, como, por exemplo, os R$ 70 milhões que estão sendo aplicados no asfaltamento da GO-184 (estrada velha para Caiapônia). As obras, ali, estão muito adiantadas e são de qualidade. Elas estão saindo graças as nossas cobranças. Logo também teremos o início da ampliação da nossa Cadeia Pública (Presídio), obra, esta, que será da ordem de quase R$ 2 milhões e que fará um ampliação ainda pequena, mas que estamos buscando outros caminhos que não passem apenas por essa ampliação. Há coisas para o futuro onde já começamos a discutir com a Prefeitura para que o Estado faça um grande investimento aqui em Jataí que seria a construção de um presídio para trabalho agropastoril. Nele os presos possariam a trabalhar e a gerar renda dentro de uma nova unidade e um novo conceito. Nem mesmo fico falando disso porque é algo que ainda está embrionário e que estamos começando a discutir com o secretário estadual de Administração Penitenciária e Justiça, Dr. Edemundo Dias de Oliveira Filho. Já tivemos uma primeira reunião com o prefeito Humberto Machado e isso pode virar realidade. Mas não quero adiantar isso enquanto não tivermos uma coisa mais concreta. O que é certo é uma ampliação de 86 novas vagas no Presídio. Aqui se critica muito a atuação da Segurança Pública, que é obrigação do Governo do Estado, mas as polícias estão recebendo novas viaturas, está sendo feito um processo seletivo para contratar novos homens para a PM, foi autorizado um aporte de recurso para o Banco de Horas e compra de novos equipamentos.

ALVO NOTÍCIAS – Existem alguns mitos referente à sua ainda curta atuação de vereador e que seria bom o senhor aproveitar para desfazê-los (ou as vezes até reforçá-los). Por exemplo: o senhor, por acaso, tentou arranhar a imagem do concurso público da Prefeitura ao tentar intervir para anulá-lo assim que havia sido publicado em edital?
VINÍCIUS LUZ - Eu não tentei, de forma alguma, atrapalhar, até porque sou a favor do concurso. Entretanto é bom dizer que sou a favor de um concurso que seja realizado dentro dos padrões éticos da responsabilidade. Isso foi constatado por todos. O que alertamos à comunidade, quando do lançamento do edital, foi referente a alguns pontos importantes. Apesar de um número grande de inscritos, essas pessoas têm que saber que poderão estar imbuídas na responsabilidade de um cargo público. Primeira coisa que alertei: se passar e for chamado, depois não adianta vir chorar sobre o leite derramado de estar ganhando pouco. Alertamos sobre aqueles salários que não atrairiam profissionais, principalmente, na Saúde. Estamos precisando atrair médicos para Jataí e questionamos, justamente, sobre isso. Como se vai atrair médicos com salário de R$ 1.400,00? Outra coisa foi sobre a lisura do processo e como se deu a licitação da empresa que ganhou. Não fui eu quem inventou nada. Quem quiser fazer uma busca no Google e na internet vai ver os inúmeros processos que a empresa que está organizando o concurso está respondendo. Hoje, depois que as provas já aconteceram e que está prestes a ser publicado o resultado final, muita gente vem falar comigo reclamando que no dia da prova virou um zum zum zum danado na cidade. Procuram o Ministério Público reclamando da aplicação das provas e sobre as falhas que houveram nas questões. Também está havendo falta de transparência porque ainda não foi publicada nenhuma lista de classificação. Nós só sabemos que têm pessoas aprovadas porque elas nos contam. Cada um tem que acessar, com sua senha, o site da empresa para saber se está aprovado ou não. Eu só gostaria que tivéssemos concursos bem feitos, digo isso de forma em geral e não só sobre esse da Prefeitura de Jataí. Também tivemos problemas e falhas grotescas em concursos do governo estadual (Saneago, por exemplo). Não é só porque somos da base que vamos tapar o sol com a peneira. Então, só para deixar claro no que você diz que criou-se um mito, eu não sou contra o concurso. Só queria e quero seriedade e transparência.

ALVO NOTÍCIAS - Com relação ao movimento de protesto dos profissionais de Saúde de Jataí, no feriado de 1º de Maio de 2013, em que eles saíram às ruas reclamando da índice de reajuste obrigatório proposto pelo prefeito, o qual havia sido rejeitado pela Câmara e também querendo implementação de plano de cargos e salários além de outros benefícios para toda a categoria. Como se deu sua participação?
VINÍCIUS LUZ -  Fui convidado por representantes dos trabalhadores da Saúde para dar um apoio a essa manifestação. Também havia sido convidado para estar com eles na reunião com representantes do sindicato da categoria que aconteceu na Câmara e para estar junto no dia do movimento em 1º de Maio...

ALVO NOTÍCIAS - No qual o senhor foi a única autoridade a comparecer.
VINÍCIUS LUZ - Sim. E isso não foi da boca pra fora. Eu tenho um histórico na Saúde. Já fui secretário municipal e tenho uma ligação umbilical com esse pessoal. Eles confiam em mim e estou tentando fazer um trabalho para valorizar essa confiança que as várias categorias dos trabalhadores da Saúde depositam em mim. Dessa forma, em tudo que eles precisarem e precisam estarei pronto para dar meu apoio. É uma pena que as vezes não podemos resolver tudo porque não temos o poder da caneta na mão. Quem define é o Poder Executivo. Não podemos fazer projetos de leis que gerem despesas para o Executivo (Prefeitura), pois, se pudéssemos, já teríamos feito proposituras nesse sentido e indicaríamos um plano de carreira e um plano de cargos e salários assim como fizemos na votação daquele projeto de lei do mês de março onde conseguimos, em uma ação até inusitada, derrubar o projeto da Prefeitura. Não concordávamos, naquele momento, com o índice (6,72%) que estava sendo proposto. Penso que não podemos achatar essas categorias de trabalhadores. Hoje temos várias categorias e vários cargos que, até certo tempo, recebiam acima do salario mínimo e que hoje recebem apenas o salário mínimo. Em um futuro próximo outras categorias também serão achatadas para apenas um salário mínimo se continuar essa postura de apenas reposição inflacionária. Foi nesse sentido que batalhamos e conseguimos apoio até de vereadores da base do prefeito para derrubar aquele projeto de índice de reajuste (de 6,72% de reposição salarial anual). Depois, até tivemos que recuar e voltar atrás uma vez que não houve diálogo e negociação, mas, ao menos, mostramos para a sociedade, para a Prefeitura e para os próprios servidores que estávamos ali para defender a causa e não apenas ser contra por ser contra e sim porque entendemos que seria possível a Prefeitura sinalizar com alguma parte de ganho real e não apenas com reposição inflacionária. 

_____________________________________________________________________

Asteriscos:
(*) O colégio estadual Frei Domingos, em Jataí, está paralisado devido a unidade, na Rua Rui Barbosa esquina com Rua dos Pioneiros (bairro Jardim da Liberdade), está com falta de condições estruturais.
(**) A localização da nova escola estadual, na parte alta da cidade, próxima ao conjunto Rio Claro, está sendo definida para ser, exatamente, onde funciona a quadra da sede da Associação Atlética Rio Claro.