quinta-feira, 27 de agosto de 2015


ROOSEVELT E O MUTIRÃO - O atual diretor do Museu Histórico de Jataí, localizado no secular casarão Francisco Honório de Campos, disse achar que, depois das costumeiras folias religiosas nas fazendas e povoados, o Mutirão das Fiandeiras e Tecedeiras do museu é a mais tradicional e regional festa da cidade. Roosevelt Vilela, em clima comemorativo, promove a 18ª edição do evento nos dias 26, 27 e 28 de agosto e explica que o mesmo é importante por trazer à ativa dezenas de senhoras que, no passado, aprenderam e nunca mais esqueceram a arte de fiar e tecer. Para quem não sabe, fiar e tecer é a técnica de se fabricar tecidos e diversas peças de artesanato a partir do algodão cru. O mutirão do museu faz tanto sucesso que as participantes estão cobrando do diretor a realização de não só um, mas de, pelo menos dois desses por ano. Inclusive Roosevelt disse que vai estudar o caso e dar uma resposta. Ele, que é um dos filhos do Antônio Soares Neto, o Tonikinho JK, também é fotógrafo e apreciador cultural.