segunda-feira, 28 de março de 2016

Batman VS Superman é drama com fúria cega

Batman VS Superman - A Origem da Justiça estreou batendo recordes
Em sua estréia mundial, o duelo de Batman com o Superman bateu recordes de bilheteria, mas...

Sabe aquela sensação de quando a gente não está bem? Quando recomeçamos a repensar a vida e a se sentir meio angustiado com os acontecimentos? Pois é. Saiba que é essa a sensação do filme BATMAN VS SUPERMAN: A ORIGEM DA JUSTIÇA, super produção da DC Entertainment que estrou a nível mundial na última Quinta-Feira Santa, 24 de março, lotando salas de cinema. Colocaram muito drama e suspense em um filme que, genuinamente, é só de ação. Já imaginou uma coisa dessas? Você ali doido para se divertir curtindo seus heróis favoritos em cenas espetaculares e em um duelo épico, quando, de repente, dá de cara com um monte de pseudo-heróis radicalmente diferentes do imaginado. Batman está mais velho, mais assustador e mata. Isso mesmo, mata. O super homem já é íntimo da Lois Lane e é um deus que salva vidas e causa mortes e sofre protestos igual a Dilma do PT. Credo, que horror! O vilão Lex Luthor é um meninão cabeludo (isso mesmo, cabeludo e não careca) rico e maluco, incomodado com uma senadora e conhecedor dos segredos dos super heróis. Eu hein! Até o Homem Morcego rouba uma Kryptonita do vilão para ter, pelo menos, uma vantagem na hora de encarar o Super Homem em uma briga de chutes e muita porrada. Ainda tem a Mulher Maravilha, na verdade, uma desconhecida na sociedade e depois uma deusa amazona que surge do nada para ajudar os dois brigões a enfrentar o monstro do Lex Luthor chamado de DIA DO JUÍZO FINAL (Doomsday) ou Apocalypse. E tem funeral. De quem será? Por tudo isso, as críticas têm sido maiores do que os elogios ao filme, o que pode resultar em sua queda de faturamento no pós-estreia.