ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA

II FEIRA DA CULTURA NEGRA
Jataienses comemoraram os 122 anos da Léi Áurea através de uma promoção da Secretaria Municipal de Cultura no Calçadão da praça do Olho D'água
.
(ABRINDO OPORTUNIDADE A ANDRÉ MASSAMBA)
.

Em Jataí comemorou-se em alto estilo a data da libertação dos escravos no Brasil, conforme descreveu a Léi Áurea assinada em 13 de maio de 1888 pela princesa Isabel, ou melhor, Isabel Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bragança (nome completo da PRINCESA ISABEL). Foi quando realizaram em Jataí a II Feira da Cultura Negra pela Secretaria de Cultura - que afirmara não possuir nem a dotação orçamentária suficiente para realizar eventos, comentou o secretário Marcos Carvalho em uma emissora de rádio AM - este evento só foi possível porque houve uma parceria da prefeitura com a comunidade, e nisso, usou-se o calçadão da praça Olho D'água que fica bem ao lado do Centro Cultural Basileu Toledo (setor central), sede da Secretaria de Cultura. (ANDRÉ MASSAMBA)

.








PODERIA TER SIDO MELHOR
Como jataiense, sinto-me indignado em assistir a total falta de apoio do poder público municipal a esses vários setores culturais. Assistindo a feira de cultura negra observei que um dos cantores acabou sendo bastante prejudicado pela desorganização da montagem do som - e foi quando o cantor que é muito querido pela maioria da população, mal conseguiu mostrar ali a sua arte, sua música. Tudo porque o seu violão simplesmente não funcionou, não saiu o som, justamente na hora em que ele queria cantar para seu povo, se isso tivesse acontecido em uma outra cidade a prefeitura teria que lhe pagar uma imensa indenização em dinheiro para cobrir a desmoralização que o cantor passou perante seu público.
(ANDRÉ MASSAMBA)

.

O improviso e a total falta de planejamento em Jataí deve acabar, a população jataiense e principalmente os afro descendentes merecem mais respeito e atenção. Desde os tempos de BARÚ & ZÉ PALITO, uma das primeiras duplas da história de Jataí, muito pouco ou nada tem sido feito pelos cantores da nossa cidade. (ANDRÉ MASSAMBA)

.






Enquanto isso... Cidades como Rio de Janeiro recebem recursos que saem do Planalto Central aos bilhões - é um governo totalmente desgovernado que protege apenas as cidades dos litorais deste pais enquanto esquecem o interior. (ANDRÉ MASSAMBA)

POPULARES FIZERAM A FESTA
Foram colocadas barracas com todos tipos de produtos artesanais e parte da população compareceu e apreciou a delícia do caldo quentinho e ou acarajé.
(ANDRÉ MASSAMBA)
.

Porém, nota-se que há falta de interesse popular pela cultura nesses últimos anos, e este, um fenômeno que deve ser obervado pelos sociólogos. Na realidade, o povo necessita é estar mais presente nesses eventos culturais para fortalecer mais as suas próprias raízes - o que foi feito em Jataí debaixo de um frio intenso. Apesar de tudo, aconteceu um belo show do grupo de capoeira, hip-hop, de cantores da MPB, sertajena e do samba. A festa não teve hora para terminar, foi um evento importante para os jataienses e que abriu espaço para os artistas afro descendentes mostrarem a sua arte e a alegria em serem, acima de tudo, brasileiros de bem com a vida. (ANDRÉ MASSAMBA)
.

Na II Feira da Cultura Negra, assistimos a apresentação artística e às lindas músicas do LINDOMAR REZENDE, mais conhecido pelo nick de IRMÃO, depois um belíssimo show de música popular brasileira (MPB) com a super-afinada intérprete Adriana Moraes, ela que foi muito bem acompanhada pelo cantor BIRA - que estará fazendo recital no dia 17 de maio, segunda-feira 19h10 na abertura do I Congresso Regional de Ciências Sociais Aplicadas e Tecnologia, O Desafio da Era do Conhecimento. Vale a pena conferir. (ANDRÉ MASSAMBA)
.

PESQUISA HISTÓRICA: A Lei Áurea (Lei Imperial n.º 3.353), sancionada em 13 de maio de 1888, foi a lei que extinguiu a escravidão no Brasil. Foi precedida pela lei n.º 2.040 (Lei do Ventre Livre), de 28 de setembro de 1871, que libertou todas as crianças nascidas de pais escravos, e pela lei n.º 3.270 (Lei Saraiva-Cotejipe), de 28 de setembro de 1885, que regulava "a extinção gradual do elemento servil". Foi assinada por Dona Isabel, princesa imperial do Brasil, e pelo ministro da Agricultura da época, conselheiro Rodrigo Augusto da Silva. O Conselheiro Rodrigo Silva fazia parte do Gabinete de Ministros presidido por João Alfredo Correia de Oliveira, do Partido Conservador e chamado de "Gabinete de 10 de março". Dona Isabel sancionou a Lei Áurea, na sua terceira e última regência, estando o Imperador D. Pedro II do Brasil em viagem ao exterior. O projeto de lei que extinguia a escravidão no Brasil foi apresentado à Câmara Geral, atual Câmara do Deputados, pelo ministro Rodrigo Augusto da Silva, no dia 8 de Maio de 1888. Foi votado e aprovado nos dias 9 e 10 de maio de 1888, na Câmara Geral. A Lei Áurea foi apresentada formalmente ao Senado Imperial pelo ministro Rodrigo A. da Silva no dia 11 de Maio. Foi debatida nas sessões dos dias 11, 12 e 13 de maio. Foi votada e aprovada, em primeira votação no dia 12 de maio. Foi votada e aprovada em definitivo, um pouco antes das treze horas, no dia 13 de maio de 1888, e, no mesmo dia, levado à sanção da Princesa Regente. Foi assinada no Paço Imperial por Dona Isabel e pelo ministro Rodrigo Augusto da Silva às três horas da tarde do dia 13 de maio de 1888. O processo de abolição da escravatura no Brasil foi gradual e começou com a Lei Eusébio de Queirós de 1850, seguida pela Lei do Ventre Livre de 1871, a Lei dos Sexagenários de 1885 e finalizada pela Lei Áurea em 1888. O Brasil foi o último país independente do continente americano a abolir completamente a escravatura. O último país do mundo a abolir a escravidão foi a Mauritânia, somente em 9 de novembro de 1981, pelo decreto n.º 81.234. (ANDRÉ MASSAMBA)
.
André Massamba é filho de família tradicional em Jataí, ativista social e político, cronista, repórter, integrante de conselho de ciência e tecnologia e um dos fundadores do diretório local do DEMOCRATAS, além de ser pai da dupla Tiago Violeiro & Gabriel.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário