INAUGURAÇÃO DA COSAN

A RENOVAÇÃO DO ÁLCOOL
O dia em que o Grupo Cosan concluiu e apresentou, oficialmente, as obras de sua unidade de Jataí-Goiás e comunicou: "É a mais moderna usina de etanol do mundo"
.

Empreendimento será responsável pela produção de cerca de 370 milhões de litros de etanol por safra quando estiver em pleno funcionamento

Informações à imprensa e release: Máquina de Notícias
Vilma Balint (vilma.balint@maquina.inf.br)
Carolina Barankiewicz (carolina.barankiewcz@maquina.inf.br)
Gilson Moreira (gilson.moreira@maquina.inf.br)

REPRODUÇÃO TOTAL DO BLOG ALVO NOTÍCIAS

Jataí, 27 de maio de 2010 – O Grupo COSAN, um dos maiores players mundiais do setor sucroalcooleiro, inaugurou nesta quinta (27) em Jataí (GO) a mais moderna usina de etanol do mundo. A cerimônia contou com a presença do governador de Goiás, Alcides Rodrigues Filho e o prefeito do município de Jataí, Humberto de Freitas Machado e outras autoridades, além do presidente do Conselho de Administração da Cosan, Rubens Ometto Silveira Mello, o presidente da Cosan S.A., Marcos Lutz e o presidente da Cosan Açúcar e Álcool, Pedro Mizutani.

A usina contou com investimento de aproximadamente R$ 1 bilhão, distribuídos entre áreas agrícola, industrial e administrativa, sendo que R$ 639 milhões deste montante foram contratados por meio de financiamento com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A capacidade instalada da nova planta permitirá a produção de 370 milhões de litros de etanol por safra.

A unidade também realizará a co-geração de energia elétrica proveniente do bagaço e da palha da cana, com potência instalada de 105 MW de energia elétrica. A companhia prevê ainda comercializar o excedente desta produção, em linha com sua missão de prover energia cada vez mais limpa e renovável para melhorar a vida das pessoas.

A chegada da COSAN no Centroeste contribuirá para acelerar o processo de desenvolvimento de Goiás, aumentando a geração de emprego e renda, priorizando a contratação de mão-de-obra local. A empresa utilizará nesta unidade a mais moderna tecnologia disponível empregada no campo e no processo industrial”, ressaltou o presidente do Conselho de Administração da COSAN, Rubens Ometto Silveira Mello.

Com os mais modernos equipamentos e técnicas industriais do mercado, a nova usina será responsável pela geração de aproximadamente 6 mil empregos diretos e indiretos quando estiver em pleno funcionamento. Desde sua chegada ao município, a Cosan tem contratado e treinado profissionais de Jataí para o trabalho em diferentes áreas da usina, e hoje a planta já conta com cerca de 1,5 mil funcionários diretos.

A unidade chegou ao Estado atraída pela infraestrutura e latente crescimento da região, que é umas das maiores produtoras de grãos do Brasil. Além disso, o município conta com parceiros estratégicos que garantem a excelência exigida pela empresa em todas as suas atividades. A produção de cana-de-açúcar, por exemplo, será realizada em grande parte através de fornecedores da região.

O escoamento da produção aproveitará os sistemas modais, utilizando hidrovia, rodovia e ferrovia. O álcool seguirá por hidrovia de São Simão (GO) até Anhembi (SP) ou Pederneiras (SP), onde será escoado pelos sistemas ferroviário e rodoviários até Paulínia (SP).

PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS – Em linha com sua política de responsabilidade social e ambiental, a Usina Jataí terá o corte de cana-de-açúcar mecanizado em praticamente 100% da colheita. Os resíduos provenientes da produção sucroenergética passam por um processo de gerenciamento para retornarem à área agrícola como fertilizantes do solo.

Além disso, a planta contará com diferentes recursos que visam à redução dos impactos ambientais, como caldeiras de maior eficiência, com pressão a vapor de 100 bars, a maior já utilizada por uma usina sucroalcooleira (as usinas comumente utilizam 21 bars ou 15 bars). A operação da unidade se dará por meio de circuito fechado de água, garantindo que ela seja tratada para retornar ao processo de produção, sem a necessidade de reposições constantes.

O município de Jataí recebe ainda uma unidade da Fundação Cosan, entidade responsável pela multiplicação de conceitos e práticas de responsabilidade social e sustentabilidade em cidades onde a Cosan está inserida de maneira direta. Com projetos educacionais e cursos semi-profissionalizantes, a fundação Cosan atende diretamente 1.000 crianças em cinco núcleos, incluindo os trabalhos já realizados em Jataí, com atividades que propiciam a convivência e o aprendizado, além de facilitar o acesso a diferentes fontes de cultura geral.

A implementação destas iniciativas em Goiás reflete a preocupação da companhia em agir de acordo com a sua missão de promover energia cada vez mais limpa e renovável para melhorar a vida das pessoas.

COSAN

Único player totalmente integrado do setor de energia renovável, a COSAN possui 23 unidades produtoras, das quais 21 no Estado de São Paulo e duas iniciando produção nas cidades de Jataí (GO) e Caarapó (MS), quatro refinarias e dois terminais portuários. Atua no varejo com as marcas União e Da Barra, no segmento de distribuição de combustíveis por meio da marca Esso e na produção de lubrificantes automotivos e industriais, com a marca Mobil.

.

BLOG ALVO NOTÍCIAS NA INAUGURAÇÃO DA USINA JATAÍ

Apoio: André Massamba e Tales Coelho
Recepção: Francis (assessoria de imprensa da Cosan)

DESEMBARQUES NO AEROPORTO
___________

Rubens Ometto contou com uma boa cobertura em Jataí. E os outros diretores também. Para cuidar da retaguarda e proteger os flancos, uma equipe de segurança e transporte veio direto de Piracicaba (SP) vigiar e observar os acontecimentos fortuitos e discretos no corre-corre da inauguração da Usina Jataí. Felizmente, bastou a eles usarem apenas o olhar clínico na situação. Na foto estão (a partir da esquerda), André Massamba (articulista de Jataí), engenheiro João Saccomano (coordenador agrícola da Cosan/Goiás) e os seguranças piracicabanos Nei, Décio, Pedro e Renê.

.

Espaço aéreo para dois eventos. Não era só a festividade de inauguração da Usina Jataí que fez a pista de 1.500 metros e o terminal de passageiros do aeroporto municipal Flávio Vilela ficarem bastante movimentados naquela manhã do dia 27 de maio de 2010 (quinta-feira). No mesmo dia o batalhão do Exercito Brasileiro também promovia seu evento e aguardava o pouso de um general e seu estado maior. Com tudo isso, no local podia se observar carros particulares, vans, veículos do corpo de bombeiros e pick ups do exercito em manobras de chegada e saída. Um morador da cidade, presente ao local, até comentou: "Há muito tempo nosso aeroporto não ficava movimentado assim".


Nenhum comentário:

Postar um comentário