terça-feira, 20 de janeiro de 2015

O calor do verão também acontece por aqui


Sexta-feira, 16/01/2015:
na pista de caminhada do paque Diacuí (lago Diacuí), o termômetro do relógio digital de rua marcava 36°C (trinta e seis graus Célsius) às 17h23min. Horas antes, o registro era ainda maior.



Domingo, 18/01/2015:
a água da torneira da pia escorria como se tivesse sido esquentada. Mas havia sim. A vazão que fica estagnada no cano e exposta ao sol estava igual a água do chuveiro elétrico quando ligado na posição inverno, ainda às 17h08min.



Domingo, 18/01/2015:
no popular e dificultoso clube social Balneário Brasnipo (Brasileiro e Nipônico) já eram  17h22min do horário de Verão e o sol permanecia a pino. As pessoas, claro, continuavam a ocupar as dependências do local.



Domingo, 18/01/2015:
Mesmo já sendo 17h26min, os frequentes do clube continuavam caindo nas piscinas. O negócio era aproveitar o sol para pegar um bronzeado legal ou saltar para mergulhos ou mesmo brincar de capturar o amigo e jogar dentro d'água. Estava valendo tudo por causa da transpiração.



Segunda-feira, 19/01/2015:
cena comum na cidade em dias de calor: pessoas sentadas nas calçadas para se refrescar com a brisa. Já são 18h16min e continua sendo muito difícil para alguns ficarem dentro de casa com o clima abafado.



Terça-feira, 20/01/2015:
Já são 18h56min. Nem precisa falar o quanto as sorveterias estão vendendo com todo esse calor.